Resenha de Para todos os garotos que já amei (Para todos os garotos que já amei #1) – Jenny Han

img_1068

Lara Jean escreve cartas de amor, mas não as convencionais. Ela coloca tudo no papel a fim de “exorcizar” o que sentia pelos garotos que já amou – cinco, no total – e nunca as envia. As cartas são super pessoais e honestas e, por isso, extremamente secretas. Até o dia em que elas chegam aos destinatários de maneira misteriosa e transformam a vida amorosa de Lara Jean em uma montanha russa de emoções que ela está bem longe de poder controlar.

Encontre o melhor preço de Para todos os garotos que já amei

A capa de Para todos os garotos que já amei sempre me encantou, mas, por ser uma série e um young adult, não estava muito disposta a lê-lo. No entanto, quando descobri que a Intrínseca iria lançar o segundo volume, P.S. Ainda amo você, em janeiro de 2016, foi impossível resistir. O livro de Jenny Han foi meu escolhido para o final de 2015, aquela época em que tudo o que a gente quer é uma leitura leve e fofa. Missão cumprida! Pela sinopse, o livro pode parecer um YA típico, e realmente é. No entanto, isso não quer dizer que seja ruim, superficial ou enjoativo, pelo contrário, conta com todas as melhores características do gênero!

Lara Jean não é popular tampouco loser, o que dá um toque real à personagem e torna fácil para o leitor se identificar com ela. É claro que o livro de Jenny Han gira em torno de um triângulo amoroso, mas mostra uma situação complicada e que faz realmente como que nos coloquemos no lugar de Lara Jean e reflitamos sobre o que faríamos. Assim como em Olho por Olho, a trilogia que a autora assina em parceria com Siobhan Vivian, Para todos os garotos que já amei também aborda assuntos menos “fofos” e mergulha fundo em outros – neste livro, Jenny Han mostra diversas nuances da relação entre Lara Jean e as irmãs, Margo e Kitty.

Além de leve, a leitura de Para todos os garotos que já amei é super fluida – e não apenas pelos capítulos curtos, mas também porque a história envolve e, para quem já está longe dos 16 anos, faz voltar no tempo. Apesar de ser previsível, como a maioria dos livros de YA, o livro de Jenny Han também tem uma dose de surpresas no desenrolar da história, o desfecho fica totalmente em aberto e tudo pode acontecer em P.S.: Ainda amo você.

Título original: To all the boys I’ve loved before
Editora: Intrínseca
Volumes seguintes: P.S.: Ainda amo você Agora e para sempre, Lara Jean
Autor: Jenny Han
Ano: 
2014
Páginas:
320
Tempo de leitura:
3 dias
Avaliação:
4 estrelas

selo-2015

Anúncios

13 thoughts on “Resenha de Para todos os garotos que já amei (Para todos os garotos que já amei #1) – Jenny Han

  1. Suuuuper fluido! Foi uma ótima escolha de última leitura do mês! Como disse, em alguns momentos eu ficava com raiva da menina, mas esses dramas adolescentes são fofinhos hahaha quem nunca?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s