Resenha de O verão que mudou minha vida (Verão#1) – Jenny Han

Seria eufemismo dizer que o verão é a estação preferida de Belly Conklin!

Os dias de sol, piscina e diversão na casa de praia dos Fisher já eram tradição antes mesmo de Belly nascer. E desde que se conhece por gente, ela espera ansiosamente pelo momento de reencontrar Susannah e os filhos, Conrad – seu primeiro e, até então, único amor – e Jeremiah – seu melhor amigo.

Os três se veem apenas durante a estação mais quente do ano, mas, a cada reencontro, a sensação é a mesma: de que nada mudou e nunca irá mudar! No entanto, no 16 verão de Belly, algo parece ter se transformado: Conrad está distante e nem se parece com o garoto que ela conhece; e Jeremiah ainda é o mesmo, mas uma revelação pode colocar a relação dos dois em risco.

Ninguém tinha dúvidas de que O verão que mudou minha vida seria uma delícia de ler! Mas se tem algo que Jenny Han sabe fazer é combinar uma história inegavelmente fofa com questões que vão além. Eu particularmente amo a forma como a autora trata de assuntos sérios e até pesados com sutileza e responsabilidade. A sensação não é a de “lição de vida”, e sim de “opa, essa realmente poderia ser eu!”. E é dessa forma que ela aborda problemáticas como divórcio e perda, criando uma forte conexão entre nós, leitores, e seus personagens.

No primeiro volume da trilogia Summer, Belly está prestes a fazer 16 anos. Mas, por meio dos flashbacks, somos transportados para os anos anteriores da personagem. E assim, Jenny Han não apenas nos oferece mais sobre a protagonista, como também cria um background para ela, de forma que tudo o que acontece no livro está inserido em um contexto e faz sentido.

A maneira como a autora explora a relação de Lara Jean com a mãe é, para mim, um dos pontos altos da série Para todos os garotos que já amei. E, ainda que a relação entre Belly e a mãe seja bem diferente, isso se repete em O verão que mudou minha vida. Um acontecimento específico da história me pegou de jeito – embora eu já imaginasse que fosse acontecer, a forma como tudo se desenrolou realmente mexeu comigo. E foi nesse ponto que o livro deixou de ser um young adult fofo para se tornar uma boa história sobre coming of age.

Em outras palavras: Jenny Han realmente me transportou para os verões de Belly – quase senti o sal do mar e o sol quente sobre a pele! E me fez lembrar do quanto é difícil crescer e entender que a vida é muito mais do que o primeiro amor – ou o primeiro coração partido. E tudo o que eu queria era poder dizer à Belly que nós somos capazes de nos acostumar a absolutamente tudo!

Título original: The summer I turned pretty
Editora: Intrínseca
Volumes seguintes: Sem você não é verão e Sempre teremos o verão
Autor: Jenny Han
Ano: 2009
Avaliação: 4,5 estrelas

Veja mais livros de Jenny Han

4 pensamentos sobre “Resenha de O verão que mudou minha vida (Verão#1) – Jenny Han

  1. Li a trilogia e acabei ainda mais apaixonada pela Jenny ! realmente ela faz nos sentirmos parte do livro, da história ! e queremos ser mais e mais! espero que vire filme também, com uma adaptação tão boa como todos os garotos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s