Resenha de A Revolução dos Bichos – George Orwell

Os animais da Granja do Solar estão cansados de trabalhar demaiscomer de menos e, incentivados pelo Velho Major, decidem se rebelar. Liderados pelos porcos, especialmente Bola-de-NeveNapoleão, os bichos expulsam Jones, o proprietário, e passam a administrar a fazenda sozinhos. A rebatizada Granja dos Bichos vai de vento em popa, até o dia em que a liderança dos porcos se mostra tão tirana e opressiva quanto a dos humanos.

>> Encontre o melhor preço de Revolução dos Bichos

Eu sou uma péssima leitora de clássicos, mas, vez ou outra, me aventuro pelo gênero e acabo me surpreendendo. Foi o que aconteceu com A Revolução dos Bichos, que li pela primeira vez em 2011. Na época, me assustei como fato de a história ser completamente atual, apesar de ter sido escrita em 1945. E fiquei absolutamente encantada com a alegoria que George Orwell criou para retratar o totalitarismo de maneira simples e eficaz.

Por isso tudo, já fazia um tempo que eu queria reler A Revolução dos Bichos, e acabei encontrando o momento perfeito no comecinho de 2018! Como fiz a primeira leitura há quase 7 anos, não lembrava da maioria dos detalhes. Então, foi quase como ler um livro inédito. De novo, fiquei assustada por perceber como a trama de George Orwell se repete todos os dias na vida real – e não apenas com governos totalitaristas e questões políticas, mas, de certa forma, também com preconceitos, homofobia, machismo, etc. Seria divertido se não fosse trágico!

A trama de A Revolução dos Bichos é simples, mas, como em toda história, os personagens fazem a diferença. Gosto muito de como o autor criou uma personalidade para cada bicho, ao mesmo tempo em que manteve seu “lado animal”. Por meio dos porcos, conhecemos a inteligência dos grandes líderes, mas também a tirania dos políticos corruptos. A ignorância dos cavalos é uma clara referência à alienação do povo, e assim vai. E isso não apenas enriquece a trama, como também permite que a história aconteça no “campo psicológico” – é possível sentir a opressão e manipulação que os outros animais sentem. E assim, George Orwell nos mostra que não é tão difícil ser corrompido quando o poder está em suas mãos.

Título original: Animal Farm: a fairy story
Editora: Companhia das Letras
Autor: George Orwell
Ano: 1945
Páginas: 152
Tempo de leitura: 2 dias
Avaliação: 5 estrelas

Anúncios

6 pensamentos sobre “Resenha de A Revolução dos Bichos – George Orwell

  1. Esse livro me trouxe muitas emoções, principalmente angustia e raiva da ignorância dos animais. Mas realmente é um clássico que nos dá uma tapa para acordar para nossa atual realidade. Amei muito a escrita do autor, que achei que seria mais pesada, mas foi bem leve e fluída. Parabéns pela resenha♥

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s