Resenha de Verity – Colleen Hoover

 

Lowen Ashleigh está à beira da falência! Por isso, quando Jeremy Crawford lhe faz uma proposta de trabalho peculiar, mas que irá render milhares de dólares, a escritora não vê outra alternativa a não ser aceitá-la.

A missão de Lowen é escrever os três livros restantes da bem-sucedida série de Verity Crawford, que está impossibilitada de trabalhar por conta de um acidente de carro. Para reunir as anotações da autora, Lowen segue para a casa que ela divide com o marido, Jeremy, e o filho, Crew. Durante suas pesquisas, Lowen encontra a autobiografia inacabada de Verity. E ao lê-la, descobre detalhes chocantes sobre a vida e a morte das filhas do casal, Harper e Chastin.

Antes de falar sobre a minha experiência com Verity, é importante contextualizar a minha relação com Colleen Hoover. A autora já foi uma das minhas favoritas, mas, com o tempo, senti que não me conectava mais com seu estilo de escrita. No entanto, fiquei curiosa sobre Verity, por se tratar de um gênero fora da zona de conforto de CoHo, e decidi me aventurar!

intensidade do romance e as cenas de sexo me incomodaram bastante durante a leitura. Mas não considero defeitos e, sim, uma percepção minha. Afinal, esses elementos fazem parte do estilo de CoHo. E na verdade, achei muito legal que ela tenha mantido suas principais características mesmo em um gênero diferente do que costuma escrever. Então, podemos dizer que a “errada” fui eu neste caso.

CoHo tenta nos manipular durante toda a história, como uma obra de thriller e suspense deve fazer. Muitas vezes, consegue. Em outras, senti que as tentativas de manipulação se transformaram em buracos na trama. E isso, infelizmente, comprometeu a grande reviravolta, na minha opinião. Não me entendam mal: é o tipo de plot twist que eu adoro. Mas certos detalhes não permitiram que eu comprasse completamente a ideia proposta pela autora.

A atmosfera sinistra de Verity foi muito bem construída e um dos pontos altos do livro! Apesar de achar que CoHo focou demais em (tentar) chocar o leitor, acho que também suscitou reflexões interessantes sobre a maternidade – ainda que em um contexto mais específico. E para além do mistério, Verity é, como o título já sugere, é uma história sobre a verdade e sua fragilidade.

Autora: Colleen Hoover
Editora: Hoover Ink.
Publicação original: 2018

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s