8 livros escritos por dois autores

Se já é difícil realizar um mísero trabalho em grupo, imagina escrever um livro em dupla? Conciliar estilos de escrita e narrativa, entrar em um consenso sobre as decisões que os personagens devem tomar, encontrar o ponto de equilíbrio em relação aos rumos da trama… Enfim, deve ser realmente complicado! Mas é super possível e os oito livros a quatro mãos* que compartilho hoje não me deixam mentir!

A Outra Sra. Parrish, Liv Constantine
O nome é um só, mas Liv Constantine é, na verdade, o pseudônimo de duas irmãs. Gostei bastante de A Outra Sra. Parrish, aquele thriller para devorar, que nos manipula e surpreende!

Belas adormecidas, Owen King e Stephen King
Em Belas adormecidas, King Pai e King Filho trouxeram ótimas reflexões acerca da pergunta: o que aconteceria se todas as mulheres desaparecessem do mundo? Como nunca li nada do Owen King, não consegui  dissociar a escrita dele da do pai. Mas posso dizer que é uma história que, com certeza, carrega a essência de Stephen King.

Bom dia, Verônica, Ilana Casoy e Raphael Montes
Bom dia, Verônica foi lançado originalmente como uma obra de Andrea Killmore, que, na verdade, era o pseudônimo dos dois autores. Gostei da história, mas com ressalvas (preferi a série da Netflix, inclusive!).

Nunca jamais, Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Não consegui gostar muito de Nunca jamais principalmente pelo fato de que a história foi dividida em três partes, lançadas com pelo menos seis meses de intervalo. Na minha opinião, a trama acabou perdendo o ritmo e teria sido muito melhor se fosse um stand alone.

Nick & Norah – Uma noite de amor e música, David Levithan e Rachel Cohn
David Levithan ama escrever livros a quatro mãos, e um deles é Nick & Norah (o primeiro das cinco obras que o autor co-assina com Rachel Cohn). Nick & Norah é um romance fofo, que traz algumas reflexões. Mas meu aspecto favorito é o fato de se passar em apenas uma noite.

Olho por olho, Jenny Han e Siobhan Vivian
Uma série de livros frenética que mistura o universo young adult com a sede de vingança! Uma faceta diferente do que conhecemos de Jenny Han e Siobhan Vivian em suas obras solo!

S., Doug Dorst e J. J. Abrams
Fiquei em dúvida se S. entraria na lista, já que Doug Dorst é o escritor e J. J. Abrams (sim, o diretor de Star Wars VII) “apenas” o idealizador. Mas toda oportunidade de exaltar essa obra é bem-vinda, então, aqui está! S. é com certeza um dos livros mais inovadores que já li na vida!

Will & Will, John Green e David Levithan
Mais um de David Levithan, desta vez com John Green. Adoro a história de Will & Will e, como já conhecia o estilo dos dois autores, consegui captar muito bem quem escreveu quais partes da história!

AINDA VOU LER…

A Casa Negra, Stephen King e Peter Straub
A última testemunha, Liv Constantine
O Talismã, Stephen King e Peter Straub

*Sem ser biografias, quadrinhos (em que um escreve e outro ilustra, por exemplo) e antologias.

Quais livros a quatro mãos vocês me recomendam? E qual colaboração gostariam que acontecesse?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s