Resenha de Pandemônio (Delírio #2) – Lauren Oliver

pandemonio

Lena e Alex estavam fazendo planos minuciosos para fugir de Portland e sua ditadura anti-delíria, quando foram surpreendidos e obrigados a deixar a cidade às pressas. Por conta dos planos inacabados, a fuga não ocorreu da melhor maneira e, após um verdadeiro desastre, Lena se vê ferida e completamente sozinha em plena Selva. Ela é salva por Graúna, mas precisa se esforçar muito para se recuperar física e emocionalmente, se adaptar à vida humilde que os inválidos levam na Selva e integrar, de uma vez por todas, o movimento da resistência.

>> Encontre o melhor preço de Pandemônio

Após o final eletrizante de Delírio, é de se esperar um início movimentado em Pandemônio. No entanto, no segundo livro da saga, Lauren Oliver opta por acalmar os ânimos e atualizar os leitores sobre o que aconteceu com Lena após a fuga. A autora alterna os capítulos “antes”, que narra a chegada de Lena à Selva, e “agora”, o que ajuda a manter o ritmo, já que cada trecho termina em um momento crucial e é preciso ler mais um capítulo antes de saber o que acontece depois.

E se em Delírio Lena é completamente inocente e está apenas começando a conhecer e compreender o mundo livre da doença, Pandemônio conta com uma carga maior de sensualidade. No segundo livro da saga, cabe a ela mostrar aos outros as vantagens de encarar o amor como uma dádiva e não uma epidemia. A presença de Alex no segundo volume da saga não é física, mas é constante e se faz presente por meio de Lena e suas lembranças.

Apesar de ser mais morno, Pandemônio não deixa a desejar em matéria de surpresas e reviravoltas e o final é tão inesperado e eletrizante quanto o de Delírio, deixando tudo totalmente em aberto para quaisquer acontecimentos e mudanças. É impossível não querer ler Réquiem logo em seguida.

Título original: Pandemonium
Editora: Intrínseca
Volumes anteriores: Delírio; Annabel Hana (leituras complementares não publicadas no Brasil e disponíveis apenas em e-book)
Volumes seguintes: Réquiem Raven (leitura complementar não publicada no Brasil e disponível apenas em e-book) e Alex (leitura complementar não publicada no Brasil e disponível após o final do exemplar físico americano de Réquiem)
Ano: 2012
Páginas: 304
Tempo de leitura: 5 dias
Avaliação: 4 estrelas
Anúncios

6 pensamentos sobre “Resenha de Pandemônio (Delírio #2) – Lauren Oliver

  1. Eu estava adorando Pandemônio… Ainda me irritava com a Lena nos capítulos de ‘antes’, mas estava curtindo o seu amadurecimento em ‘agora’. Gostei muito da reviravolta envolvendo o Julian e estava super na torcida, mas claro que não podia ser td rosas e ela tinha que acabar o livro com essa facada no meu coração. ODIEI!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s