Resenha de A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón

Um livro pode mudar a sua vida.

Para nós, leitores, esta frase não é exagero. Mas, para Daniel Sempere, ela se torna uma verdade ainda mais poderosa.

Tudo começa a se transformar em 1945, quando Daniel é apresentado pelo pai ao Cemitério dos livros esquecidos. Lá, ele encontra A Sombra do Vento, de Julián Carax, sem imaginar que a obra irá guiá-lo por caminhos inesperados. O garoto se apaixona pela história e por todo o mistério que parece envolver não apenas o livro, mas também seu autor. E conforme os anos passam, entender quem realmente foi Julián Carax e qual o verdadeiro significado de A Sombra do Vento parecem se tornar os únicos objetivos de Daniel.

Carlos Ruiz Zafón é praticamente uma unanimidade – digo “praticamente” apenas pela margem de segurança, porque ainda não vi críticas negativas ao trabalho dele. E exatamente por isso, adiei a leitura de A Sombra do Vento por alguns anos. Não que eu pensasse que seria a “primeira” a criticá-lo. Mas altas expectativas sempre trazem o medo da decepção. Porém, já posso dizer que o escritor espanhol atendeu-as com louvor!

O início de A Sombra do Vento foi um pouco devagar para mim, o que não foi um problema, pelo contrário: Zafón é dono de uma escrita muito rica e peculiar, e o ritmo mais lento foi perfeito para que eu me acostumasse ao seu estilo. Aos poucos, porém, a história engrena e, quando percebemos, a leitura se tornou viciante. Então, os detalhes da história começam a ser revelados e as reviravoltas tomam conta da trama!

Sempre vi muitos elogios à ambientação de A Sombra do Vento. E realmente, é impossível ler o livro e não se sentir caminhando pelas ruas de uma Barcelona sombria e enevoada. É impossível também não ser dominado pela determinação de Daniel em descobrir a verdade. E assim, somos envolvidos por duas histórias que se entrelaçam e, de alguma forma, se complementam: a de Carax e a de Daniel.

Uma verdadeira obra-prima, A Sombra do Vento é uma história completa, que nos brinda com amores, segredos, mistérios e corações partidos. É um labirinto e também um quebra-cabeça, e a forma como Zafón nos conduz pela trama é única! Mas, acima de tudo, A Sombra do Vento é uma tributo à eternidade e ao poder das palavras. Afinal, é por causa delas que os livros podem mudar as nossas vidas.

Título original: La Sombra del Viento
Autor: 
Carlos Ruiz Zafón
Tradutora: Vera Ribeiro
Editora: Suma
Publicação original: 2001

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s