Por que esta noite é diferente das outras ? (Só Perguntas Erradas #4) – Lemony Snicket

img_6481

Em todas as noites, o trem que parte de Manchado-pelo-mar e atravessa a cidade sem paradas. No entanto, nesta noite, tudo acontece de uma forma diferente. E, mais uma vez, Lemony Snicket precisa desvendar mistérios que parecem impossíveis e acabar, de uma vez por todas, com Tiro Furado.

Encontre o melhor preço de Por que esta noite é diferente das outras?

Nas resenhas de Quem poderia ser a uma hora dessas? Você não deveria estar na escola?, segundo e terceiro volumes das série Só Perguntas Erradas, elogiei a evolução tanto de Lemony Snicket como personagem, quanto da complexidade das tramas. Desta vez, porém, devo dizer que estes quesitos deixaram um pouco a desejar. Em Por que esta noite é diferente das outras?, não encontramos um Lemony menos maduro ou um enredo raso, mas depois de dois livros em que o amadurecimento é tão latente, elevamos as expectativas, ainda que sem querer.

Como sempre, o humor ácido e ao mesmo tempo ingênuo, que é a marca de Lemony Snicket, diverte e envolve o leitor. E em uma trama que, posso estar enganada, mas parece fazer referência a Assassinato no Expresso do Oriente, clássico de Agatha Christie, surpresas e reviravoltas não faltam! No quarto e último volume da série Só perguntas erradas, Lemony é, mais do que nunca, o retrato do anti-herói, que segue muito mais a intuição do que a técnica e mostra que este é quase sempre o caminho certo. Vou sentir saudades das aventuras de Lemony Snicket!

Título original: Why is this night different from all other nights?
Editora: Seguinte
Volumes anteriores: Quando você a viu pela última vez?, Você não deveria estar na escola? e Você não deveria estar na escola?
Autor: Lemony Snicket
Ano: 2015
Páginas: 291
Tempo de leitura: 2 dias
Avaliação: 3 estrelas

logo seguinte

Por isso a gente acabou – Daniel Handler

Processed with Rookie

Após terminar a improvável, breve e intensa relação com o popular jogador de basquete Ed Slaterton, a aspirante a diretora de cinema Min Green decide entregar ao ex-namorado uma caixa com objetos que marcaram a história do ex-casal e uma carta explicando cada item. Na carta, que é, na verdade, o livro inteiro, Min narra episódios determinantes do relacionamento com Ed e, ao final de cada um, chega a uma nova conclusão sobre os porquês do final do namoro.

porisso

Embora seja totalmente diferente da série Só perguntas erradas, que Daniel Handler assina sob o pseudônimo de Lemony Snicket, Por isso a gente acabou tem todos as características típicas do autor, como o humor ácido, a ironia e a narrativa direta e super envolvente. As coloridas ilustrações de Maira Kalman enriquecem a obra de Handler e fazem com que o leitor sinta que está realmente abrindo a caixa e retirando de lá os objetos que Min entrega a Ed. E o resultado só poderia ser um livro diferente, dinâmico e algo que se espera da criatividade e capacidade de inovação de Daniel Handler/Lemony Snicket.

O negócio de ter o que o seu coração deseja é que o seu coração não sabe o que deseja até aparecer.

Por isso a gente acabou fala, ainda que indiretamente, sobre as mudanças que o primeiro amor causa em muitas pessoas e é um retrato detalhista do término de uma relação e tudo o que ela traz – nostalgia, arrependimentos, sofrimento, dúvidas, reflexão… Porque a verdade é que não importa se você é aquele que deixa ou que é deixado: é impossível não pensar nas razões para o fim de um relacionamento. E, na maioria das vezes, também é impossível chegar a conclusões definitivas.

Título original: Why we broke up
Editora: Seguinte
Autor: Daniel Handler
Ano: 2011
Páginas: 376
Tempo de leitura: 3 dias
Avaliação: 3 estrelas

Veja mais livros de Daniel Handler/Lemony Snicket

Quando você a viu pela última vez? – Lemony Snicket

Processed with Rookie

Lemony Snicket continua na cidade de Manchado-pelo-Mar e tem um novo caso para resolver. Desta vez, o jovem aprendiz e sua tutora, S. Theodora Markson, foram contratados pela família Knight para descobrir o paradeiro da filha, Cleo, que está desaparecida. Algumas pessoas, como Theodora, acreditam que a garota fugiu com o circo, enquanto outros, como Lemony, duvidam, já que ela é uma química brilhante e não uma artista. Quando sua tutora considera o caso encerrado, ele passa a contar apenas com a ajuda da jornalista-mirim Moxie Mallahan e os pequenos taxistas Juca e Chico para resolver o mistério.

quandovoce

Quando você a viu pela última vez? é o segundo volume da série Só perguntas erradas e, assim como o primeiro livro, Quem poderia ser a uma hora dessas?, conta com um humor ingênuo, mas extremamente eficiente na hora de arrancar risadas do leitor. Lemony está muito mais perspicaz neste livro, assim como Moxie se revela mais divertida e sagaz.

Faça a coisa assustadora primeiro, e fique assustado depois

Um Dilema com pneu murcho era um lembrete de que não importa o quanto o mundo seja esplêndido e maravilhoso, ele pode ser arruinado por algo que você nem percebe até que o estrago já tenha sido feito.

Eu já havia gostado bastante do primeiro volume da série, por isso, Quando você a viu pela última vez? chegou a me surpreender por ser ainda mais divertido do que o anterior. E se Quem poderia ser a uma hora dessas? não é tão misterioso quanto poderia ser, o segundo livro da série traz mais dúvidas e reviravoltas durante a trama e é também mais inteligente.

Podem ensinar qualquer coisa a você. Não quer dizer que você aprenda.

O que mais gostei em Quando você a viu pela última vez? foi a sensação de que Lemony Snicket evoluiu e amadureceu em relação ao primeiro livro. Porque, apesar de contar com mais tiradas de humor, o segundo volume da série é bem mais reflexivo e até sério em alguns momentos. Novamente, uma ótima leitura para quem quer algo leve e divertido, mas não vazio.

Título original: When did you see her last?
Editora: Seguinte
Volume anterior: Quem poderia ser a uma hora dessas?
Volumes seguintes: Você não deveria estar na escola? Por que esta noite é diferente das outras?
Autor: Lemony Snicket
Ano: 2013
Páginas: 272
Tempo de leitura: 2 dias
Avaliação: 3 estrelas

*Lemony Snicket é o pseudônimo de Daniel Handler, que também é autor de livros como Por isso a gente acabou.

Veja mais livros de Daniel Handler/Lemony Snicket

Quem poderia ser a uma hora dessas? – Lemony Snicket

quem-poderia-ser-a-uma-hora-dessas

Aos 13 anos, Lemony Snicket se torna o aprendiz da misteriosa S. Theodora Markson, a última colocada em uma lista de 52 tutores. Em seu primeiro trabalho, Lemony vai a Manchado-pelo-Mar, uma cidade decadente cuja maior atração é a produção de tinta a partir de polvos, para resolver um caso de roubo. Durante sua jornada, Lemony faz muitas perguntas erradas e conhece pessoas e lugares tão misteriosos, complexos e confusos quanto sua tutora, o que talvez dificulte a resolução do seu primeiro caso.

quempoderia

Quem poderia ser a uma hora dessas? é o primeiro volume da série infantojuvenil Só perguntas erradas e, com senso de humor ingênuo, porém extremamente apurado, arranca risadas de verdade. Lemony é um protagonista cativante, divertido e perspicaz, mas ainda atrapalhado e um tanto inocente, o que não o impede de desvendar os mistérios antes de Theodora, sua tutora que assina bilhetes anônimos.

De fácil de leitura, Quem poderia ser a uma hora dessas? é uma ótima opção para introduzir a leitura por prazer na vida das crianças e adolescentes, mas também não deixa de ser uma opção divertida e leve para os mais velhos. Além da capa super caprichada, o livro de Lemony Snicket também conta com ilustrações de Seth, que retratam algumas cenas narradas na obra. Recomendo para quem quer sair da zona de conforto com uma leitura descontraída ;)

Título original: Who could be at this hour?
Editora: Seguinte
Volumes seguintes: Quando você a viu pela última vez?, Você não deveria estar na escola? Por que esta noite é diferente das outras?
Autor: Lemony Snicket
Ano: 2012
Páginas: 236
Tempo de leitura: 2 dias
Avaliação: 3 estrelas

*Lemony Snicket é o pseudônimo de Daniel Handler, que também é autor de livros como Por isso a gente acabou.

Se você gostou de Quem poderia ser a uma hora dessas?, leia Coraline, de Neil Gaiman.

Veja mais livros de Daniel Handler/Lemony Snicket