Sobre Thyago Furtado

Dizem que quanto mais gostamos de uma coisa, mais difícil fica de falarmos sobre ela. E isso explica por que eu demorei tanto para escrever esse post. Mas, antes de falarmos sobre “Thyago Furtado, o cantor”, vamos voltar um pouquinho no tempo.

Eu e o Thyago nos conhecemos em 2009 e, aos poucos, descobrimos muitas coisas em comum. Entre elas, a paixão pela música e por cantar – com a diferença de que ele canta bem e eu só finjo, hahaha! Foram muitas noites e madrugadas produzindo duetos (alguns realmente bons e outros desastrosos –  my bad!), inúmeras discussões sobre música (temos o gosto muito parecido) e vários first listen de álbuns muito aguardados por nós.

Eis que, depois de gravar muitos covers (Unfriend You é, de longe, a minha favorita!), o Thyago começou a ter ideias de letras e melodias originais. E esse foi o primeiro passo para que, em agosto de 2016, ele lançasse seu primeiro EP, pela OH/Sony Music. Batizado Paranoia, o EP conta com 5 faixas autorais que retratam um momento específico da vida de Thyago. Entre as inspirações, estão artistas mais alternativos, como Mumford & Sons, Of Monsters & Men, Edward Sharpe & The Magnetic Zeros e Little Comets. “Não queria me deixar influenciar pelo que estava rolando de mais comercial. Quando chegou a fase de produção, achei que misturar elementos eletrônicos, daria um toque diferente”, conta.

E o resultado não poderia ser mais maravilhoso: com letras honestas e profundas e melodias cheias de elementos, as músicas criam uma atmosfera única e nos transportam para um universo particular e, ao mesmo tempo, compartilhado. Eu amo todas, mas sugiro começar pela arrebatadora Release e pela deliciosa Please!

Orgulho define o que sinto por Paranoia. E não só por ser o começo da realização de um sonho do Thyago. Mas principalmente porque são músicas que eu ouviria facilmente, mesmo que não fossem dele! E é muito bom sentir que, de alguma forma, faço parte de tudo isso <3

Anúncios

Sobre Tove Lo

Já tem uns 3 anos que Tove Lo conquistou seu espaço no cenário musical. Ou seja, sei que a cantora sueca não é novidade. Mas faz pouco tempo que ela entrou na minha playlist do Spotify (eternamente grata pela insistência da Rafa <3), e simplesmente dominou geral! Primeiro, com HabitsTalking Body e Cool Girl. Depois, com Lady WoodVibesInfluence. E quando eu vi, já estava baixando todas as músicas – e completamente apaixonada (claro que ela sendo maravilhosa no show do Lollapalooza contribuiu para isso!).

Assim que ouvi Tove Lo pela primeira vez, tanto a voz quanto o estilo pop-indie-com-pegada-eletrônica me lembraram Ellie Goulding (que eu também amo)! Mas a influência grunge, especificamente de Courtney Love (e do Hole), confere à cantora sueca uma rebeldia, que é dark, é sexy, é suja e compassiva – sim, tudo ao mesmo tempo. E assim, Tove Lo uniu a “música fácil” (no melhor sentido da expressão) do pop com o toque sombrio do grunge e a pegada dançante da música eletrônica. Ou seja, tudo o que eu amo!

O resultado foi que, de repente, fui acometida por uma vontade absurda de ouvir Tove Lo O-DI-A-IN-TE-I-RO! E, viciada que estou, não consigo mais guardar esse sentimento só para mim, haha! Então, resolvi fazer uma playlist com as minhas 10 músicas preferidas da maravilhosa!

Pode ser que, daqui um mês, eu já tenha enjoado de ouvir Tove Lo. Mas do jeito que vai… Acho que ela veio para ficar de vez no meu Spotify <3