Resenha de Heartstopper #3 – Alice Oseman

Ah, Nick, Charlie e Paris… Tem como dar errado?

De fato, não tem. Mas isso não quer dizer que os dois não se deparem com novos obstáculos e dificuldades. No terceiro volume de Heartstopper, Nick e Charlie já entendem muito bem o que sentem um pelo outro. O desafio agora é que eles não sabem exatamente como compartilhar a novidade com o mundo, nem mesmo com os amigos mais próximos. No entanto, a cada dia que passa, fica mais difícil disfarçar o que realmente acontece entre eles – ainda mais durante a excursão da escola à Paris!

Mais uma vez, Alice Oseman nos presenteia com uma trama encantadora, mas que não deixa de ser dolorosamente real. Na terceira parte da história, os holofotes ficam sobre Nick e os medos que o personagem sente quando pensa em se assumir. Também testemunhamos episódios de bifobia/homofobia, e o quanto eles ferem em camadas que vão muito além da superfície.

Gostei muito de como a autora abordou certos estereótipos que, como sociedade, alimentamos sobre as pessoas da comunidade LGBTQIA+. E principalmente, o fato de que até mesmo os mais bem intencionados estão sujeitos a cair nessa “armadilha”. Como uma pessoa que não faz parte da comunidade LGBTQIA+, essa talvez tenha sido a maior reflexão que Heartstopper me trouxe.

Para além dos assuntos extremamente importantes tratados, Heartstopper continua sendo um romance inesquecível – um amor que todos aqueles que desejam merecem viver um dia! E se nos dois primeiros volumes, vemos Nick e Charlie se apaixonando, no terceiro, acompanhamos o verdadeiro desabrochar desse sentimento. E é simplesmente uma delícia ver o carinho e o cuidado que eles têm um com o outro. Impossível não sentir o coração quentinho!

O que mais gosto em Heartstopper é a forma como Alice Oseman não precisa manter o mistério sobre o desenrolar da história ou cair em conflitos previsíveis. Porque o mais importante é a jornada dos personagens e a maneira que suas angústias e questionamentos conversam com as pessoas reais.

O desfecho de Heartstopper 3 já deixa o caminho aberto para a abordagem de mais temas importantes no próximo volume. E ao final da leitura, me peguei imaginando o dia em que o termo “sair do armário” não será mais uma necessidade para as pessoas da comunidade LGBTQIA+. Porque amar será como deve ser: um ato livre de julgamentos ou preconceitos.

Título original: Heartstopper: Volume Three
Editora: Seguinte
Autora: Alice Oseman
Tradução: Guilherme Miranda
Publicação original: 2020

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s