Resenha de Para sempre interrompido – Taylor Jenkins Reid

Seis meses. É todo o tempo que Elsie e Ben têm para viver um grande amor.

Quando se conheceram por acaso em uma pizzaria, nenhum dos dois poderia imaginar que, em pouco tempo, estariam casados – mas é exatamente o que acontece! No entanto, uma semana e meia após oficializarem a união, Elsie e Ben são separados por um acidente fatal. E então, ela precisa descobrir como lidar com as interrupções inexplicáveis que a vida traz.

Para muitos leitores (como eu), o nome Taylor Jenkins Reid estampado na capa já é o suficiente para criar altas expectativas. Mas, desta vez, fui salva pelo fato de Para sempre interrompido ter sido o primeiro livro publicado pela autora, lá em 2013. E ainda bem que consegui me controlar.

Elsie e Ben formam o tipo de casal que eu, particularmente, não gosto: intensos demais, como se o mundo simplesmente desaparecesse quando eles estão juntos. Entendo a reação aos 17 anos, mas aos 20 e tantos, tenho minhas ressalvas. Para falar a verdade, não soa real, tampouco saudável.

No entanto, o que mais me incomodou em Para sempre interrompido foi a construção dos personagens. A viúva em luto, a sogra antipática, os pais negligentes, a melhor amiga prestativa, o homem perfeito… tudo caricato e previsível demais. Com isso, TJR não foi certeira – como costuma ser – ao abordar uma série de aspectos, em especial a perda e o luto. Além disso, alguns acontecimentos da história não me convenceram e me pareceram apenas elementos para aumentar a dramaticidade da história.

Não me entendam mal, o primeiro livro de TJR não é ruim. A escrita viciante da autora está lá, assim como a capacidade de nos envolver completamente em uma trama. Talvez nem seja justo compará-lo, ainda que involuntariamente, a Os sete maridos de Evelyn Hugo e Malibu Renasce. Mas a verdade é que Para sempre interrompido passa muito longe de ser memorável.

Título original: Forever, interrupted
Editora: Paralela
Autora: Taylor Jenkins Reid
Tradução: Alexandre Boide
Publicação original: 2013

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s