Resenha de Para sempre vou te amar – Catherine Ryan Hyde

Você já teve medo de amar e se permitir ser amado? De simplesmente confiar? Se a resposta for “sim”, Para sempre vou te amar é o livro que você precisa ler.

Já faz algum tempo que Angie não sabe o que é um lar. Órfã de pai, a garota de 14 anos tem uma relação conturbada com a mãe e é praticamente a responsável por Sophie, sua irmã mais nova. Sophie tem transtorno do espectro autista e, sem saber como se comunicar, muitas vezes grita por horas seguidas. Por isso, e também por problemas financeiros, as três não conseguem se estabelecer em um endereço.

Tudo se transforma quando a família se muda para a casa de tia Violet. Lá, Sophie conhece Rigby, a cachorra do vizinho, a quem se afeiçoa instantaneamente. Poderosa e inexplicável, a conexão entre as duas transforma os gritos em tranquilidade e até compreensão – para a garota e todos ao redor. No entanto, os problemas retornam quando Paul, o tutor de Rigby, se muda para as montanhas e a família de Angie é expulsa da casa da tia.

Ou seria esse o recomeço de que todos precisavam?

Me apaixonar por Para sempre vou te amar não foi uma surpresa – afinal, eu já havia amado Leve-me com você, também de Catherine Ryan Hyde, e as semelhanças entre os dois livros são perceptíveis! No entanto, acompanhar a história de Angie foi ainda mais especial!

Rigby, é claro, foi um dos principais motivos. A relação da cachorra com a protagonista, seu tutor e, principalmente, Sophie é pura sensibilidade e amor. E digo sem medo que qualquer pessoa que já tenha amado um animal irá se identificar! Outro aspecto que me ganhou foi a amizade entre Angie e Paul, que se constrói aos poucos e de maneira tão real! Improvável e, à sua maneira, inabalável, a relação abre portas para que os dois aprendam a confiar e entendam que a solidão nem sempre é a resposta.

Angie, aliás, é uma das personagens mais queridas e cativantes que já conheci! Apesar de generosa e altruísta, ela também mostra suas falhas, o que só faz nossa empatia crescer – afinal, ela tem apenas 14 anos! Com suas atitudes e questionamentos, Angie mostra que o importante é fazer o certo. E se tivermos isso em mente, coisas boas serão apenas consequências.

Encantador, porém sem soluções mágicas, Para sempre vou te amar é a jornada de pessoas que, muitas vezes e por diferentes razões, criam barreiras de proteção contra o amor que poderiam dar e receber. E eu sei, não é fácil construir pontes em vez de muros. No entanto, entre todas as coisas maravilhosas que aprendi com os animais, talvez eu compartilhe a mais valiosa com Angie e Paul: só entendemos o verdadeiro poder do amor quando aceitamos confiar e realmente nos entregar.

Título original: Where we belong
Editora: Darkside Books
Autora: Catherine Ryan Hyde
Tradução: Débora Isidoro
Publicação original: 2013

Parceria paga com DarkSide Books

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s