Resenha de Malibu Renasce – Taylor Jenkins Reid

“E Nina entendeu, talvez pela primeira vez, que aceitar o amor e o cuidado dos outros também era uma forma de amar e cuidar”.

Nina Riva e seus irmãos, Jay, Hud e Kit, são conhecidos por toda Malibu. Por serem filhos do lendário Mick Riva, mas também por seus feitos e pela festa anual que sempre proporciona fortes emoções aos convidados. O que é impossível imaginar é que, regada a segredos e ressentimentos, a edição de 1983 irá mudar a vida dos quatro para sempre.

Eu nunca fui capaz de controlar as minhas expectativas sobre Malibu Renasce. E eu não me arrependo nem por um segundo!

O sétimo livro de Taylor Jenkins Reid é uma combinação muito bem-vinda de elementos presentes em suas obras anteriores. De Os sete maridos de Evelyn Hugo e Daisy Jones and The Six, encontramos a narrativa perfeitamente estruturada, o universo glamouroso, as críticas ao mundo da fama e também alguns personagens. Já de Em outra vida, talvez?, Amor(es) Verdadeiro(s) e Depois do sim, a autora resgata a aura de vida real, com personagens e questões com que podemos nos identificar completamente.

A história de Malibu Renasce se passa na década de 1980, mas, como sempre, TJR fez questão de abordar temas atuais e necessários, como sororidade e feminismo, de maneira completamente natural e contextualizada. Assim como Evelyn Hugo e Daisy Jones, Nina Riva é dona de uma beleza estonteante, o que também propicia boas reflexões sobre machismo e objetificação da mulher.

Nina, aliás, é um dos muitos pontos altos de Malibu Renasce. Eu me apaixonei por ela que, diferente de Evelyn e Daisy, a quem amamos e odiamos em medidas iguais, só inspira admiração e bons sentimentos – talvez eu seja suspeita para dizer, pois ela me lembra muito minha irmã mais velha. Mas também me apaixonei por cada um dos irmãos, tão diferentes entre si, mas inexoravelmente unidos pelas dores e delícias de compartilharem o mesmo mundo.

Com os irmãos Riva, TJR retrata como as mesmas perdas e as ausências reverberam de maneiras diferentes em cada um. Mas, acima de tudo, mostra que somente o amor, que damos e recebemos de tantas formas diferentes, pode preencher nossos espaços vazios. E a grande festa que conduz a trama nada mais é do que uma metáfora à história da família Riva – e da família de qualquer um de nós. Que, assim como Malibu, pega fogo, mas também renasce. E se reconstrói.

Título original: Malibu Rising
Editora: Paralela
Autora: Taylor Jenkins Reid
Tradutor: Alexandre Boide
Publicação original: 2021

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s