Resenha de Fangirl – Rainbow Rowell

Cath Avery é viciada em Simon Snow, mas, para ela, ser fã é muito mais do que apenas ler os livros da série: ao escrever fanfictions da saga, Cath se tornou um fenômeno na internet. Ela costumava escrever as histórias de Simon junto com Wren, sua inseparável irmã gêmea,  mas tudo mudou quando chegou a hora de ir para a faculdade e Wren não quis dividir o quarto com Cath, para que pudessem conhecer pessoas novas.

Obrigada a sair da sombra da irmã, Cath precisa aprender a lidar sozinha com o peso da ausência da mãe, que as abandonou na infância, a preocupação com o pai, o distanciamento de Wren, a paixão pela escrita e a relação com os novos amigos.

Criei expectativas altas demais em relação a Eleanor & Parkprimeiro livro de Rainbow Rowell publicado no Brasil, e talvez por isso a leitura tenha me desapontado um pouco. Com Fangirl, no entanto, foi o contrário: após a leve decepção com Eleanor & Park e a opinião negativa de uma amiga, deixei as expectativas lá embaixo e acabei surpreendida e apaixonada. Em Fangirl, Rainbow Rowell criou um universo fácil de se identificar, mas nem por isso menos profundo ou conturbado.

Cath é uma personagem extremamente tridimensional e me conquistou pela sua paixão pela escrita, o que me inspirou a escrever ainda mais, entre outras características. Mas estes são apenas mais alguns dos (grandes) pontos positivos do livro porque, para mim, o que realmente faz de Fangirl um livro diferenciado é a forma como Rainbow Rowell aborda diversas questões que podem ser consideradas clichês, como a relação com a família e os amigos e também o amor, de uma forma bastante verdadeira e, por isso, autêntica e enriquecedora como uma experiência da vida real.

Sensível, sincera e bem-humorada, Fangirl é uma história sobre como duas pessoas podem lidar de formas tão diferentes com a mesma situação. Sobre encontrar o equilíbrio entre ser capaz de mudar tanto em tão pouco tempo e se apegar a algo que já se transformou a ponto de permanecer no mesmo lugar. No entanto, é, acima de tudo, sobre quão difícil é encarar a necessidade de crescer e se reinventar quando não se sente preparado para tal.

Título original: Fangirl
Autora: Rainbow Rowell
Tradutora: Lígia Azevedo
Editora: Seguinte
Publicação original: 2013

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s