Resenha de The Haunting of Bly Manor (sem spoilers)

Nem por um segundo eu esperei que The Haunting of Bly Manor fosse tão boa quanto The Haunting of Hill House. E esse foi o 1º passo para gostar da nova temporada da série antológica de Mike Flanagan.

Inspirada em A Volta do Parafuso, Bly Manor mergulhou na obra de Henry James e trouxe ainda mais profundidade à trama e aos personagens. E, claro, apostou no sobrenatural para falar sobre sentimentos como culpa, perda, arrependimento e frustração. E também falou sobre amor. Muito.

Flanagan prometeu uma história de amor gótica e nos entregou várias. Algumas belas, outras nem tanto. Mostrou as engrenagens de um relacionamento abusivo, e fez ótimas analogias ao seu poder destrutivo e às suas armadilhas.

Os atores que estiveram em Hill House conseguiram se desvencilhar de seus personagens e fizeram um ótimo trabalho em Bly Manor. No entanto, os destaques são Benjamin Evan Ainsworth e T’Nia Miller. Também vale destacar a representatividade, tanto no elenco, quanto nas questões abordadas.

Eu esperava mais sustos, mas é verdade que eles não combinam com a atmosfera gótica que Flanagan procurava. Atmosfera essa que foi arrematada pelo episódio 8, uma obra de arte sinistra, e também incrivelmente triste, que fala sobre a passagem do tempo, o esquecimento e o vazio.

As referências a Hill House são inúmeras! Porém, a que mais gostei foi a trilha sonora: embora tenha uma música tema marcante, Bly Manor incorpora faixas da 1ª temporada, especialmente Come Home e Whatever walked there, walked alone, reforçando a conexão indireta que há entre as duas produções.

Bly Manor não é tão intensa quanto Hill House e explora plot twists já vistos anteriormente – ainda que de maneira original. Mas, ainda assim, foge dos clichês do terror e com certeza ressignifica uma história de fantasmas. Por trás de toda a melancolia que envolve a trama, a mensagem é bela e reconfortante: aqueles que amamos nunca partem. Vagam dentro de nós, não como fantasmas, mas como doces lembranças.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s