Resenha de Daqui pra baixo – Jason Reynolds

O que você faria
se a violência fosse
parte de sua vida?

O que você faria
se a violência te levasse
a uma precoce despedida?

É o que acontece quando Shawn morre,
e uma parte de Will morre também.

No lugar dela, vem a vingança,
uma ânsia
de fazer justiça.

Mas será que vale a pena
arriscar
disparar
arruinar
se a vingança não traz justiça
muito menos
ressuscita?

Daqui pra baixo é um romance escrito em verso, por isso, fiz a sinopse seguindo o formato. Claramente, não sou boa em poesia, mas quis fazer assim para que vocês tivessem uma leve ideia de como é ler o livro de Jason Reynolds.

Na obra, conhecemos Will, que tem apenas 15 anos quando vê seu irmão, Shawn, morrer após ser baleado. Decidido a se vingar do assassino, Will sai de casa armado e pega o elevador. E a “trama” se desenrola justamente no tempo que o garoto leva para chegar ao térreo: pouco mais de um minuto.

Mas muito acontece nos 67 segundos que acompanhamos. Em cada andar, Will reencontra alguém que fez parte de sua vida, mas que já partiu. Com um toque de fantasia, cada personagem desperta um questionamento no protagonista. E só cabe a ele definir o que irá acontecer quando o elevador chegar ao térreo.

Já conhecia a escrita de Reynolds de Fantasma, um young adult que me encantou! E apesar dos formatos diferentes, é possível reconhecer o estilo do autor também em Daqui pra baixo. Principalmente, a forma como ele nos tira da zona de conforto, no sentido de nós apresentar a uma realidade completamente diferente da nossa (pelo menos no meu caso). Sem frases de efeito ou “sermões”, apenas retratando a verdade com naturalidade.

Os versos podem não permitir o desenvolvimento da trama com tantos detalhes. Mas isso não importa. Porque, nesse caso, os detalhes não podem ser lidos, mas podem – e vão – ser sentidos. E eu acredito que seja praticamente impossível ler Daqui pra baixo e não sentir o medo, a raiva e a angústia de Will transbordando das palavras ritmadas.

Título originalLong way down
Autor: Jason Reynolds
Editora: Intrínseca
Ano: 2017

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s