Resenha de Especial – Ryan O’Connell

É vida real que você quer?

Em Especial, o escritor, comediante, ator e diretor Ryan O’Connell compartilha um relato autobiográfico que foge de qualquer estereótipo. Portador de paralisia cerebral, gay e também um Millennial, o autor teve uma vida completamente diferente, mas também muito parecida com a de outras pessoas de sua geração. O resultado? Um livro que é uma autobiografia e, ao mesmo tempo, um tributo a todos aqueles que nasceram após o início de 1980 e o final de 1990.

A leitura de Especial foi uma experiência curiosa. Comecei gostando bastante, passei a quase detestar (pensei até em abandonar) e, no fim, tirei boas lições. Vamos começar falando sobre os pontos negativos.

A princípio, a forma como O’Connell definiu os Millennials me incomodou um pouco pela questão da generalização. Não vou dizer que não me identifiquei com uma série de coisas, mas também passei bem longe de outras. É natural que as pessoas de uma geração tenham muito em comum, mas a história pessoal também influencia muito na formação de cada um. E, em certos pontos, a minha sensação foi a de que o autor colocou tudo na mesma gaveta, sem diferentes compartimentos.

Outros aspectos que me incomodaram foram a linguagem chula e o oversharing. Não sou puritana e pode ser que O’Connell de fato se expresse assim na vida real. Mas sabe quando a pessoa força uma intimidade que vocês ainda não têm e ainda a usa para falar sobre coisas que não agregam? Foi assim que me senti.

No entanto, como falei, a leitura sofreu um plot twist e acabou tendo um saldo positivo. Gostei muito da maneira honesta e sem rodeios com quem O’Connel abordou a questão da paralisia cerebral. Boa parte do livro é dedicada à vivência do autor enquanto homem gay – descoberta, aceitação, experiências e a busca pelo amor. E esse é, provavelmente, o ponto alto da obra. Temas como amizade e, claro, o coming of age complementam Especial, que ainda transmite uma mensagem importante contra o uso de drogas.

Conclusão: a sinceridade de O’Connell pode ser um excesso em alguns momentos. Mas, em outros, é uma necessidade.

Título original: I’m special: and other lies we tell ourselves to get through our twenties
Autor: Ryan O’Connell
Editora: Galera Record
Ano: 2015

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s