Resenha de O Alienista (Dr. Laszlo Kreizler #1) – Caleb Carr

Nova York, 1896.

John Schuyler Moore é repórter do New York Times, e já viu de tudo um pouco. Mas nada poderia tê-lo preparado para o que seu amigo e psicólogo (ou alienista), Laszlo Kreizler, tinha para lhe mostrar: o corpo mutilado de um adolescente, em plena Ponte de Williamsburg. É quando os dois iniciam uma jornada não só para encontrar o serial killer, como também revolucionar a criminologia. Afinal, Kreizler acredita ser possível descobrir o assassino traçando seu perfil psicológico a partir dos detalhes de seus crimes. E o alienista não medirá esforços para provar que está certo.

Nos dias de hoje, analisar aspectos psicológicos em investigações criminais não é nenhuma novidade. Mas no fim do século 19, quando a própria psicologia ainda era alvo de descrença, a situação era bem diferente. E é essa a valiosa perspectiva que Caleb Carr nos apresenta com maestria em O Alienista. A trama desenvolvida pelo autor pode ser fictícia, mas muitos de seus personagens não são. No livro, personalidades como Theodore Roosevelt, o 26º presidente norte-americano, os gangsters e Paul Kelly e Biff Ellison e o assassino Jesse Pomeroy têm papéis determinantes na história. E o resultado é uma interessante combinação entre ficção e realidade.

O glamour da Nova York do fim do século 19 é o que dá o tom à atmosfera de O Alienista. Mas, por outro lado, também somos apresentados a uma faceta muito menos atrativa (e também muito real) da Big Apple, com as violentas gangues, a prostituição infantil e o descaso com pobres e imigrantes. Carr ainda encontrou espaço para abordar o machismo e trazer o empoderamento feminino com Sara, a única mulher da equipe de investigação – e vale ressaltar que o livro foi lançado em 1994, quando estes assuntos ainda não eram tão discutidos.

Se nas primeiras 400 páginas, a trama segue um ritmo propositalmente lento, a leitura se torna frenética nas 100 páginas finais. Acompanhamos a evolução do caso pista a pista, e a sensação é a de realmente desvendar o perfil psicológico do serial killer. Por tudo isso, terminei a leitura com a certeza de que O Alienista é um livro para apreciar, e não devorar.

Título original: The Alienist
Próximos volumes: The Angel of Darkness e The Alienist at Armageddon
Autor: Caleb Carr
Editora: Única
Ano: 1994

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s