Resenha de Na profundeza das trevas – Tom Gomes

Não poderia haver título melhor para o conto Nas profundezas das trevas. Porque é exatamente para lá que Tom Gomes nos leva!

Filho de ferreiro, Alik embarca em uma viagem com sua família pelas terras inexploradas do local inóspito conhecido como Grande Chifre. Por conta de imprevistos, o grupo é obrigado a passar a noite por lá, sem imaginar que vão descobrir os segredos e terrores das montanhas glaciais.

Com uma descrição detalhada, porém não cansativa, Tom Gomes realmente nos transporta para o Grande Chifre, com seus picos nevados e as baixas temperaturas que parecem nos invadir. A diagramação também ajuda, já que traz nas páginas ilustrações de elementos citados no texto, como, por exemplo, os galhos que cortam o céu.

Confesso que tive dificuldade em me situar com os personagens – todos com nomes diferentes do que estamos acostumados. Por ser uma história curta, o autor não teve tempo para desenvolvê-los a ponto de o leitor conseguir memorizá-los. Então, tive que voltar nas páginas algumas vezes para lembrar quem era quem.

Em uma espécie de encontro entre contos de fadas e trevas, a short story não economiza na pegada gore. Ou seja, por meios das palavras de Tom Gomes, é possível assistir em nossa mente o sangue tingindo o branco da neve. Como tem menos de 20 páginas, Nas profundezas das trevas não traz grandes reviravoltas ou reflexões. Mas, com certeza, é um bom entretenimento para quem, como eu, não resiste a uma história de terror.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s