Resenha de O que terá acontecido a Baby Jane? – Henry Farrell

Baby Jane Hudson foi um verdadeiro fenômeno do teatro vaudeville no início do século 20. Naquele tempo, era difícil encontrar quem não se encantasse pela garota! No entanto, o tempo passou e quem tomou o posto de estrela da família foi a irmã de Baby Jane, a atriz de cinema Blanche Hudson. Após um acidente misterioso, que dizem ter sido causado por Jane, a carreira de Blanche foi precocemente interrompida. Então, as irmãs Hudson se isolaram em uma enorme mansão, onde acabaram se perdendo em um relacionamento abusivo, regado a dependência, segredos e culpa.

O que eu mais gosto no terror gótico é a forma como a história é narrada. Mais do que os acontecimentos em si, é a atmosfera que realmente conduz a trama. Cada cena é de uma sutileza extrema, nada é óbvio ou escancarado. A sensação que tenho, quando leio uma obra do gênero, é a de assistir ao autor posicionando tijolo sobre tijolo em seu castelo. E o resultado é uma obra enolvente de uma maneira diferente, em que cada detalhe faz parte de um quebra-cabeça muito mais complexo.

Considerado um clássico do terror gótico, O que terá acontecido a Baby Jane? é exatamente esse tipo de trama. A relação das irmãs Hudson é dúbia e inquietante, o pano de fundo perfeito para que o verdadeiro manipulado da história sejamos nós, os leitores. O livro é relativamente pequeno, e pode-se dizer que tem o ritmo perfeito. Seguimos o tempo todo envoltos na atmosfera doentia e absorvidos pelo terror psicológico, pincelado por revelações e reviravoltas posicionados em pontos estratégicos.

Em 1962, O que terá acontecido a Baby Jane? ganhou uma adaptação cinematográfica, com Bette Davis e Joan Crawford. Detalhes à parte, o filme é bastante fiel à obra original, principalmente na questão da atmosfera. Indicada ao Oscar de Melhor Atriz, Davis personificou uma Jane ainda mais sádica, enquanto Crawford seguiu à risca a vulnerabilidade de Blanche. Rivais na vida real, as duas atrizes, de certa forma, recriaram a relação nas telas, o que talvez explique um pouco do sucesso do longa e, consequentemente, do livro de Henry Farrell.

Ao chegar ao final de O que terá acontecido a Baby Jane?, tive a certeza de ter lido uma história memorável em muitos sentidos. Principalmente porque, nas últimas páginas, todo o terror psicológico contido na trama se derreteu em uma névoa de tristeza pelas vidas desperdiçadas e corroídas pela inveja e pela mágoa. E não falo apenas de Jane e Blanche…

Título original: What ever happened to Baby Jane?
Autor: Henry Farrell
Editora: Darkside Books
Ano: 1960

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s