Resenha de O Mau Exemplo de Cameron Post – Emily M. Danforth

Já imaginou sentir alívio ao saber da morte de seus pais?

É o que Cameron Post sente ao se descobrir órfã. Ela sempre teve uma boa relação com os pais, mas não sabe qual seria a reação deles ao saber que a filha é lésbica.

Como ainda era menor de idade, Cam é obrigada a morar com Ruth, sua tia religiosa, e a avó bem intencionada, porém conservadora. Tudo corria relativamente bem, até a chegada de Coley Taylor à cidade. Logo, as duas adolescentes desenvolvem uma relação intensa, que… bem, na verdade, pode ser muito mais do que uma simples amizade. Então, não demora para que Ruth decida enviar a sobrinha à Promessa de Deus, um programa de conversão por meio da religião. É quando Cam terá que se entregar não só a quem é, mas a quem deseja ser.

Antes de começar a leitura, imaginava que O Mau Exemplo de Cameron Post fosse um livro focado no programa de conversão – como Boy Erased. Mas a obra de Emily M. Danforth se revelou muito mais: é a história de Cameron Post como pessoa (e não só como lésbica), e nos traz desde sua forma de lidar com o luto até as descobertas sexuais. A trama tem uma atmosfera deliciosa de romance adolescente, com direito a questões complexas abordadas de maneira profunda e tridimensional.

Um dos pontos altos do livro foi a forma como Emily expôs o preconceito e a ignorância acerca da homossexualidade nos anos 1990, mas não deixou que isso “contaminasse” a história. Explico: ao mesmo tempo em que mostrou a realidade, a autora criou também um universo quase utópico (embora não eterno) para Cam. Como era de se esperar, a parte que aborda o programa de conversão é revoltante. E mesmo assim, enxergamos diferentes perspectivas e, o mais importante, a evolução da personagem em relação ao autoconhecimento.

O Mau Exemplo de Cameron Post é um livro de ficção, mas, para escrevê-lo, a autora se inspirou em sua própria história. Talvez por isso os sentimentos da protagonista soem tão reais e honestos. Cameron foi aquela personagem que realmente me envolveu e que deixou saudade. Quando Cam se apaixonou, eu me apaixonei. Quando sofreu, eu sofri. Quando questionou, eu questionei. E quando se encontrou, eu só soube sorrir.

Porque a vida decepcionou Cameron Post tantas vezes e de tantas formas diferentes… Mas, à sua maneira, ela nunca se deixou endurecer. Buscou o melhor em cada pessoa, se apaixonou inúmeras vezes e se perdoou por algo que nunca deveria ter se culpado em primeiro lugar: ser quem era.

Título original: The Miseducation of Cameron Post
Editora: HarperCollins Brasil
Autor: Emily M. Danforth
Ano: 2012
Avaliação: 4,5 estrelas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s