Resenha de Uma irmã – Bastien Vivès

Dias tranquilos na casa de praia: é o que Antoine sempre espera das férias de verão em família. Mas, quando Hélène e seus pais se juntam a eles, a situação se transforma! E então, no auge de seus 13 anos e ao lado de sua nova amiga, Antoine descobre um universo completamente novo.

Não é novidade que eu não tenho o costume de ler sinopses. Então, muitas leituras são uma completa surpresa para mim – e esse foi o caso de Uma irmã. O primeiro aspecto que me chamou a atenção foi o estilo de ilustração de Bastien Vivès: um retrato quase abstrato, mas que, de alguma forma, expressa muito dos sentimentos dos personagens.

O clima de férias de verão permeia toda a história, criando uma atmosfera deliciosa. É verdade que nada de grandioso ou determinante acontece em Uma irmã, mas as aventuras de Antoine e Hélène dão ritmo à trama e são um refresco para a nossa mente. As cenas de sexo são bem explícitas (já alerto os desavisados, como eu), mas, de alguma forma, a relação entre os dois é também muito fraternal.

O fim de Uma irmã traz um acontecimento inesperado, em uma boa metáfora à breve passagem de Hélene na vida de Antoine.

Título original: Une Soeur
Editora: Nemo
Autor: Bastien Vivès
Ano: 2017
Avaliação: 3 estrelas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s