Resenha de 13 segundos – Bel Rodrigues

Quão rápido sua vida pode se transformar?

Depois de terminar o namoro com Leo, Lola decide focar no último ano do colégio e se dedicar ao canto, seu dom e maior paixão. Quando descobre que o coral será cortado do currículo de atividades da escola, ela decide, enfim, seguir o conselho de todos os amigos e criar um canal no YouTube. A ideia era apenas compartilhar alguns covers, mas, em pouco tempo, Lola se transforma em um verdadeiro fenômeno. Ao mesmo tempo, conhece John, um intercambista meio canadense, meio brasileiro, que pode colocar em risco sua resolução de não se envolver com ninguém. E é meio a esse turbilhão de novidades e sentimentos que a vida de Lola se transforma em apenas 13 segundos.

Escrever a resenha de 13 segundos é um desafio. Isso porque, mesmo tempo em que considero o livro necessário e pertinente, também tenho uma série de ressalvas, que nem conseguirei explicar totalmente para não revelar demais sobre a história. E foi o que me levou a, durante a leitura, tentar absorver a trama de duas formas diferentes: como uma adolescente, que é o público-alvo de Bel Rodrigues; e como a adulta de 30 anos que eu de fato sou.

Mas, antes de falar sobre minhas conclusões, queria fazer algumas observações sobre o livro em si. 13 segundos é daquelas leituras leves e super fluidas, que, quando você percebe, já passou da metade. Mas, verdade seja dita, mais da metade da história não tem grandes conflitos e acontecimentos. O que fez com que o clímax da trama ficasse reduzido a cerca de 100 páginas. E na minha opinião, o problema central acabou não sendo desenvolvido da maneira que merecia.

Como adulta, o que me incomodou em 13 segundos foi a sensação de que a grande questão se resolve fácil demais. E digo “sensação” porque Bel Rodrigues consegue transmitir as angústias e dificuldades de Lola, mas não as mostra – e eu preferiria ter visto isso do que tanto do romance de Lola e John. Também achei que os diálogos não soam tão reais e têm muitas mensagens prontas, que deixam pouca margem para reflexões e conclusões próprias. No entanto, é importante ressaltar que a história de Lola retrata uma situação real e extremamente perigosa. E o simples fato de falar sobre ela talvez não evite novos casos, mas pode salvar vidas.

E é por isso que, apesar de todas as ressalvas, eu reconheço que 13 segundos é uma leitura necessária para os adolescentes. Porque traz à tona valores indiscutíveis e que podem, sim, trazer mais conscientização e humanidade à nova geração.

Título original: 13 segundos
Editora: Galera Record
Autor: Bel Rodrigues
Ano: 2018
Páginas: 298
Avaliação: 3 estrelas

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s