Resenha de O Desaparecimento de Stephanie Mailer – Joël Dicker

Processed with Rookie Cam

/Em 1994, no dia da abertura do primeiro festival de teatro de Orphea, o prefeito, ao lado de sua mulher e filho, e Meghan Padalin foram brutalmente assassinados. Como não poderia ser diferente, o quádruplo homicídio chocou a pacata cidade e ninguém parecia entender o motivo do crime. Foi quando os policiais Jesse Rosenberg e Derek Scott entraram em cena para solucionar o caso, transformando suas vidas de maneiras irreversíveis. Vinte anos mais tarde, Rosenberg, conhecido como Capitão 100%, está pronto para se aposentar. Ou pelo menos estava, até a jornalista Stephanie Mailer aparecer com a certeza de que os policiais acusaram a pessoa errada. Logo depois, Stephanie desaparece sem deixar rastros, e Rosenberg só irá se dar por satisfeito quando solucionar o caso de uma vez por todas.

O Desaparecimento de Stephanie Mailer foi o livro de estreia do Intrínsecos, clube de leitura da editora Intrínseca. E eu não poderia ter ficado mais feliz quando abri a minha caixa e encontrei um livro de Joël Dicker – sou apaixonada pelos livros do autor! É verdade que a leitura não foi tão fluida quanto eu esperava, o que acredito que tenha acontecido pela  quantidade de personagens e tramas paralelas. Mas nada disso comprometeu a história, pelo contrário: apenas enriqueceu a trama e possibilitou mais reviravoltas e surpresas.

Assim como A verdade sobre o caso Harry QuebertO Desaparecimento de Stephanie Mailer se passa em uma cidade pequena (e fictícia), que é o ambiente perfeito para que cada acontecimento tenha uma grande repercussão – dentro e fora da história. O fato de todos os personagens se conhecerem e/ou estarem conectados de alguma forma nos proporciona uma rede intrincada de fatos e situações – e já adianto que não é fácil desfazer o nó. E mais uma vez, os segredos são o fio condutor de toda a trama!

Mais do que nos entreter com um bom suspense, Joël Dicker nos manipula e envolve com um ótimo thriller emocional. Em O desaparecimento de Stephanie Mailer, exploramos não apenas o passado de 1994 em Orphea, mas também o passado dos personagens – principalmente Rosenberg e Scott. E é bem provável que, ao fim das 575 páginas, você se descubra muito mais envolvido com o futuro deles do que com a resolução do caso em si. No entanto, é claro que o mistério chega ao fim, e em grande estilo: passando por caminhos inesperados para chegar a um desfecho que surpreende, ao mesmo tempo em que faz todo o sentido.

Título original: La Disaparition de Stephanie Mailer
Editora: Intrínseca (Clube Intrínsecos)
Autor: Joël Dicker
Ano: 2018
Páginas: 575
Avaliação: 4 estrelas

Veja mais livros de Joël Dicker

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s