Resenha de Minha vida mora ao lado – Huntley Fitzpatrick

Filha da deputada Grace Reed, Samantha vive uma vida mais do que confortável. Mas, mesmo com todos os privilégios que tem, ela sente falta de algo. Por isso, todos os dias, Sam senta no telhado de sua casa e observa seus vizinhos de longa data, os Garrett. Eles são o exato oposto dos Reed: uma família grande, espontânea e extremamente afetuosa. Apesar da proximidade, Sam e os vizinhos nunca trocaram uma palavra. Até o dia em que Jase, o terceiro mais velho dos 8 filhos dos Garrett, faz uma visita inesperada. Ao se conhecerem melhor, os dois logo se apaixonam e Sam se torna parte da família que observou por tantos anos. Ele, por sua vez, permanece um segredo que a garota esconde até de sua mãe e de sua melhor amiga. Quando uma verdadeira tragédia acontece, Sam se vê dividida entre sua família verdadeira e aquela que a acolheu. De que lado ficar? Como saber o que é certo e o que é errado?

Comecei a ler Minha vida mora ao lado sem saber o que esperar e, logo nas primeiras páginas, me apaixonei! Sabe aquele young adult delicioso de ler e que, por mais que seja completamente diferente da nossa realidade, nos leva de volta às deliciosas sensações da adolescência? Pois a obra de Huntley Fitzpatrick é assim! E se alguns personagens, como a deputada Reed, são dignos de ódio, outros não poderiam nos cativar mais! É praticamente impossível não se encantar pela generosidade e integridade de Sam ou não se apaixonar pela verdade que os Garrett transmitem enquanto família. Também temos personagens que não apenas surpreendem, como também se reinventam – e é uma delícia acompanhar essa transformação!

Minha vida mora ao lado é sobre quando a paixão arrebata e o amor machuca. Mas também é sobre a evolução do sentimento, o amadurecimento inevitável e a arte de tomar decisões. É previsível? Um pouco. Mas também tem reviravoltas que surpreendem. É o famoso “quentinho no coração”. Não foi uma leitura perfeita por que o desfecho foi um tanto corrido. Mas vale a pena para exercitar a empatia e refletir sobre a subjetividade do certo e do errado.

Título original: My Life Next Door
Editora: Valentina
Autor: Huntley Fitzpatrick
Ano: 2012
Páginas: 364
Avaliação: 4 estrelas

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s