Desafio de Leitura 2018: 9 sugestões de graphic novel

As sugestões de livros para cumprir o Desafio de Leitura 2018  (todos os detalhes aqui!) continuam a todo vapor! Já fiz posts com opções de suspense/thriller, clássicos e não ficção e, para hoje, preparei um post com 9 graphic novels. Como sempre, tentei escolher livros para todos os gostos. Então, tem desde biografias até fantasia e humor!

A Gigantesca Barba do Mal, Stephen Collins
Em Aqui, tudo está onde deveria estar. As ruas estão sempre limpas, as pessoas são organizadas, as árvores perfeitamente aparadas e os homens nunca, jamais usam barba. Dave, que quase não tem pelos, não é uma exceção. Até o dia em que se torna refém de uma barba inexplicável, que cresce incontrolavelmente a um ritmo absurdo. E logo, além de um problema de segurança pública, Dave se torna também uma ameaça ao peculiar estilo de vida de Aqui.

Anne Frank: A Biografia Ilustrada, Sid Jacobson e Ernie Colón
Anne Frank: a biografia ilustrada é o resultado das pesquisas de Sid Jacobson e Ernie Colón, que tiveram acesso total aos arquivos da Casa de Anne Frank, em Amsterdam, na Holanda. No livro, que é, na verdade, uma graphic novel, os autores contam não apenas a vida de Anne, antes e durante a Segunda Guerra Mundial, como também oferecem um completo contexto histórico e social da época.

Cicatrizes, David Small
Cicatrizes é o sincero e comovente relato autobiográfico de David Small. Aos 14 anos, o ilustrador foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um nódulo no pescoço. Para ele, tudo não passava de um simples e inofensivo procedimento. No entanto, ao acordar, Small soube que uma de suas cordas vocais fora removida, deixando-o praticamente mudo. Pouco depois, tudo fez sentido, quando, sozinho, ele descobriu que havia sido vítima de um câncer.

Ghost World, Daniel Clowes
Enid Coleslaw Rebecca Doppelmeyer estão no “limbo” entre o final do Ensino Médio e o resto de suas vidas. Donas de personalidades fortes e com comentários ácidos sempre na ponta da língua, as duas parecem dispor de infinitas possibilidades. Mas, conforme suas vidas se desenrolam, Enid e Becky descobrem que, talvez, o futuro não seja assim, tão promissor.

Hyperbole and a Half: situações lamentáveis, caos e outras coisas que me aconteceram, Allie Brosh
Antes de se tornar um livro, Hyperbole and a Half era “apenas” o bem-sucedido blog de Allie Brosh, que conta causos de sua vida por meio de uma espécie de histórias em quadrinhos. E a obra homônima nada mais é do que a compilação de 13 destes “episódios”, alguns já publicados no blog e outras inéditos, todos incrivelmente engraçados e perspicazes.

Maus: a história de um sobrevivente, Art Spiegelman
Em Maus: a história de um sobreviventeArt Spiegelman narra a trajetória do pai, o judeu-polonês Vladek Spiegelman, que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz durante a Segunda Guerra Mundial. Vencedor do Prêmio Pulitzer em 1992, Maus é um clássico das histórias em quadrinhos e por ser um retrato fiel – e verídico – de um período tão importante da história mundial, também transita pelos gênero de biografia, não-ficção e história.

Repeteco, Bryan Lee O’Malley
Katie é  uma chef bem-sucedida, que comanda o conceituado restaurante Repeteco. Sua vida não poderia estar melhor, até o dia em que tudo dá errado: o caso com outro chef sai dos trilhos, os negócios não parecem fluir, a melhor garçonete do restaurante se machuca e, para piorar, seu ex- namorado reaparece. Quando esse terrível dia chega ao fim, Katie encontra uma misteriosa garota em sua casa, que tem a receita para umasegunda chance. Sem pensar duas vezes, a chef aceita a oferta sem pensar nas consequências.

Retalhos, Craig Thompson
Retalhos conta a história do próprio autor, Craig Thompson, desde a infância até a vida adulta. Deus e fé são assuntos que permeiam toda a trama, já que a família do protagonista é extremamente religiosa. A relação com o irmão mais novo também é uma das bases da obra, principalmente o distanciamento durante a adolescência e o remorso que Thompson sente por nem sempre ter sido justo com ele. O outro pilar da história é Raina, o primeiro amor do protagonista, que muda a forma como ele enxerga a vida e a religião e lhe dá coragem para seguir seu próprio caminho.

Steve Jobs: Insanamente Genial, Jessie Hartland
Não me considero fã de Steve Jobs, mas confesso que, como muitas pessoas, sou apaixonada pelos produtos da Apple – especialmente pelo iPhone e o iPod. Por isso, sempre tive certa curiosidade sobre a história dele, mas não tanta a ponto de ler a biografia escrita por Walter Isaacson. E foi exatamente por isso que me interessei por Steve Jobs: Insanamente Genial, que conta a trajetória do fundador da Apple em uma despretensiosa e divertida graphic novel.

Gostaram das sugestões? Têm outra indicações?
Para quem quiser participar do desafio ou dar aquela fuçadinha, a hashtag que estamos usando é #DesafioDosCinquenta2018!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Desafio de Leitura 2018: 9 sugestões de graphic novel

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s