Resenha de O amor em primeiro lugar – Emily Giffin

Josie é extrovertida, impulsiva e divertida. Já sua irmã mais nova, Meredith, é o oposto: responsável e determinada, sempre foi o que todos esperavam dela. Por serem tão diferentes, as duas sempre tiveram uma relação frágil e conturbada. Porém, tudo fica ainda mais complicado quando uma tragédia abate a família Garland e cada uma lida com a perda à sua maneira. Quinze anos depois, Meredith é uma advogada bem-sucedida e mãe de Harper – mas começa a desconfiar que talvez tenha tomado as decisões erradas. Já Josie continua solteira e, como sempre sonhou ser mãe, decide embarcar na aventura da produção independente. A relação entre as duas está mais difícil do que nunca e pode não sobreviver aos segredos e revelações que começam a vir à tona.

>> Encontre o melhor preço de O amor em primeiro lugar

Depois de ficar um pouco ressabiada com Primeiro e Único, tentei não criar expectativas demais em relação a O amor em primeiro lugar – o que não foi fácil já que Emily Giffin é uma das minhas autoras preferidas. Mas fico feliz em dizer que o mais recente livro da escritora não decepcionou. Isso porque o amor em primeiro lugar é uma história típica de Emily Giffin, que mergulha nas relações em família e no universo feminino sem ser pedante, clichê ou irreal.

A trama é narrada sob os pontos de vista de Meredith e Josie. E, como sempre, Emily Giffin se mostra capaz de criar e incorporar perfeitamente dois personagens completamente diferentes. Josie e Meredith são complexas e extremamente reais, e vou confessar que é praticamente impossível não se irritar com as duas. Mas, ao mesmo tempo, é possível entender suas personalidades, formadas por questionamentos, dificuldades, defeitos e qualidades, exatamente como uma pessoa da vida real.

Como é de praxe nas histórias de Emily Giffin, O amor em primeiro lugar não tem um vilão propriamente dito. Podemos dizer que o vilão das tramas da autora é sempre a vida e todas as dificuldades que ela automaticamente impõe. Além das relações em família, o livro também fala bastante sobre as frustrações e expectativas da vida a dois e a maternidade, além de abordar também a perda – e as formas de lidar com ela -, sempre de maneira honesta e responsável.

Sem mistérios exagerados ou divagações desnecessáriasO amor em primeiro lugar é uma leitura envolvente e que faz o leitor realmente se imaginar nas situações das protagonistas. Como sempre, Emily Giffin consegue conectar todos os pontos da história, criando um desfecho plausível  e real, mas que não deixa de ser emocionante e redentor.

Título original: First Comes Love
Companion book: Ame o que é seu
Editora: Novo Conceito
Autor: Emily Giffin
Ano: 2016
Páginas: 352
Tempo de leitura: 2 dias
Avaliação: 5 estrelas

Veja mais livros de Emily Giffin

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s