Resenha de Tartarugas até lá embaixo – John Green

Quando o bilionário Russell Pickett desaparece misteriosamente, Aza Holmes e a melhor amiga, Daisy, decidem descobrir seu paradeiro – afinal, a recompensa é de nada menos do que 100 mil dólares. E o fato de que Aza costumava ser amiga de Davis Pickett, filho mais velho do bilionário, com certeza irá garantir certa vantagem. Mas, além de descobrir que talvez o dinheiro não seja o mais importante, Aza está cansada de saber que tarefa  nenhuma é fácil quando se tem que lidar com crises de ansiedadeTOC.

>> Encontre o melhor preço de Tartarugas até lá embaixo

Como a maioria das pessoas, conheci John Green com o arrebatador A culpa das estrelas, em 2013. Depois, li todos os outros livros do autor e me tornei uma grande fã. Com o passar do tempo, porém, cheguei à conclusão de que o havíamos superestimado – porque A culpa é das estrelasQuem é você, Alasca? são incríveis, mas O Teorema KatherineCidades de Papel são bem irritantes. Somando isso tudo ao fato de que John Green ficou 5 anos inteiros sem lançar um livro novo, eu sinceramente não sabia o que esperar de Tartarugas até lá embaixo (ainda mais com esse título, né?). Mas a verdade é que isso se revelou uma ótima maneira de não gerar tantas expectativas. O que com certeza contribuiu para que eu gostasse bastante da nova história do autor.

Tartarugas até lá embaixo tem desde transtornos mentais e desaparecimento até Star Wars e tuatara (uma espécie de réptil neozelandês em extinção). O senso de humor também não deixa a desejar, contribuindo para que a leitura seja muito fluida (acabei terminando o livro em um dia) e tornando a trama mais leve e descontraída, apesar dos temas pesados que aborda. E o resultado só poderia ser uma história típica de John Green em sua melhor forma.

Vulnerável, mas também resiliente, Aza Holmes é uma anti-heroína cativante e inspiradora à sua maneira. É por meio da protagonista que John Green mergulha fundo no transtorno de ansiedade e também no TOC, o que talvez “assuste” quem nunca teve uma experiência próxima com questões do tipo. Mais uma vez, o autor não romantiza os problemas da vida real, o que talvez tenha resultado em seu livro mais honesto até aqui – porque A culpa é das estrelas é mágico e Quem é você, Alasca? é brutal,  mas Tartarugas até lá embaixo é não apenas real, como também realista.

Com as incansáveis metáforas e reflexões de Aza Holmes, John Green nos faz pensar sobre o sentido da vida (mais uma vez). Quem nos colocou aqui? Qual o propósito de tudo, se o fim é inevitável? E, de certa forma, o autor consegue dar respostas. Afinal, com Tartarugas até lá embaixo, nos damos conta de que a vida é feita de perdas e, consequentemente, saudade. Mas, apesar e por causa disso, ela sempre continua.

Título original: Turtles all the way down
Editora: Intrínseca
Autor: John Green
Ano: 2017
Páginas: 266
Tempo de leitura: 1 dia
Avaliação: 4 estrelas

selo2016

Anúncios

9 pensamentos sobre “Resenha de Tartarugas até lá embaixo – John Green

  1. Eu leio as suas resenhas e só pensar que quero ser como você quando crescer, haha. Mais uma resenha maravilhosamente bem escrita, Nádia! Terminei de ler esse livro esses dias e adorei. Também não esperava muito da história e acabei me surpreendendo e sensibilizando muito com a história da Aza.

  2. Eu leio as suas resenhas e só consigo pensar que quero ser como você quando crescer, haha. Mais uma resenha maravilhosamente bem escrita, Nádia! Terminei de ler esse livro esses dias e adorei. Também não esperava muito da história e acabei me surpreendendo e sensibilizando muito com a história da Aza.

    1. Aaaaaah, sua maravilhosa!!!!
      Fico me achando com esses seus comentários, hehe!
      Sobre o livro… Concordo 100% com você! Estava com muito medo de o livro ser fraco ou chato. Até pelas expectativas altas! Mas fiquei surpresa e amei!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s