Resenha de Harry Potter e o Enigma do Príncipe (Harry Potter #6) – J. K. Rowling


Lorde Voldemort nunca esteve tão poderoso! O Profeta Diário não para de noticiar mortes e desaparecimentos entre bruxos e trouxas. Hogwarts está sob proteção extrema, mas as constantes e misteriosas viagens de Dumbledore tornam a escola ainda mais vulnerável. E para completar, Harry Potter tem certeza de que Draco Malfoy está traçando planos diabólicos que podem colocar tudo a perder. Mas a pergunta que não quer calar é: como vencer Lorde Voldemort? E para tentar descobrir, Harry irá mergulhar em uma verdadeira viagem ao passado.

>> Encontre o melhor preço de Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Se Harry Potter e a Ordem da Fênix foca nas questões políticas da história, Enigma do Príncipe começa a realmente explicar a trama, ao mesmo tempo em que traz novas dúvidas e mistérios. O início do livro, por exemplo, explora uma questão que provavelmente levanta suspeitas nos leitores desde o início. Mas, como J. K. Rowling não entrega nada de mão beijada, é claro que essas “revelações” não esclarecem tudo, pelo contrário: servem para deixar a história ainda mais instigante e envolvente.

Acho que não tem como ler a saga Harry Potter e não amar Dumbledore. O total oposto de Voldemort, o bruxo é a perfeita representação da inteligência, da sabedoria e da generosidade. Acredito que seja seguro dizer que Enigma do Príncipe é o livro que mais explora a relação de Harry com o diretor de Hogwarts. E nem é preciso dizer que as descobertas de Dumbledore, que são repassadas a Harry, são de suma importância para a história – tanto para o que já foi, quanto para o que será.

Outro ponto bastante explorado por J. K. Rowling em Enigma do Príncipe é o romance. Como não é meloso ou exagerado (pelo contrário, e até divertido), acaba sendo o ingrediente perfeito para quebrar um pouco a densidade da história. Eu já sabia quem fica com quem, por isso, não posso dizer que foi uma surpresa. Mas admito que gostei da forma como J. K. Rowling conduziu toda a situação – embora o romance de Harry tenha soado um pouco forçado no início.

Em Enigma do Príncipe, J. K. Rowling nos bombardeia com tantas descobertas, revelações e acontecimentos, que é impossível não criar mil teorias. Algumas podem até estar corretas, mas o fato é que a autora é realmente boa em manipular o leitorsurpreender com grandes reviravoltas. A amizade e a lealdade são a base da série e aparecem com força total no sexto livro – e também são, de certa forma, responsáveis por muitas lágrimas! E o desfecho do volume não poderia ser uma deixa melhor para o último da saga, Harry Potter e as Relíquias da Morte.

Título original: Harry Potter and the Half-blood Prince
Volumes anteriores: Harry Potter e a Pedra Filosofal, Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry Potter e o Cálice de Fogo Harry Potter e a Ordem da Fênix 
Volume seguinte: Harry Potter e as Relíquias da Morte
Editora: Rocco
Autor: J. K. Rowling
Ano: 2005
Páginas: 471
Tempo de leitura: 7 dias
Avaliação: 5 estrelas

Anúncios

10 pensamentos sobre “Resenha de Harry Potter e o Enigma do Príncipe (Harry Potter #6) – J. K. Rowling

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s