Encontro com Jojo Moyes

O encontro com Jojo Moyes foi uma história cheia de reviravoltas, no melhor estilo da autora. Ok, exagerei, mas queria começar o post de maneira impactante, hahaha! Mesmo assim, vou contar as aventuras que antecederam o encontro!

No dia 4 de abril, soube que Jojo viria ao Brasil. Mas, como morro de preguiça de enfrentar filas para pegar autógrafos, nem cogitei ir. Eis que, no dia seguinte, recebi um e-mail da Intrínseca, com o convite para um evento super exclusivo com a autora, em parceria com a Livraria Saraiva. Apesar de ser bem no meio do expediente, confirmei a presença. E estava tudo certo, até que surgiu um compromisso importante no trabalho, que eu não poderia deixar de cumprir. Fiquei arrasada, achando que não conseguiria ir ao encontro. Mas, no final, depois de um pedido especial para a chefe (<3), os planos voltaram a ser o que eram e pude, enfim, conhecer a Jojo!

O evento foi o seguinte: primeiro, a Intrínseca e a Saraiva promoveram um live com a autora, que respondeu às perguntas dos leitores. Depois, ela autografou nossos livros e tirou fotos com a gente. Jojo é super fofa e divertida e, durante o bate-papo, falou bastante sobre seus livros, personagens, inspirações, planos, novidades, etc.! E aqui, fiz um resuminho para vocês os “melhores momentos”:

  •  Jojo nos contou que terminou o terceiro livro da série Como eu era antes de você na última semana! Apesar de não ser exatamente a favor de mais uma sequência, foi inevitável ficar empolgada com a novidade!
  • A peça mais célebre do guarda-roupa de Lou foi inspirada nas meias de abelha que a própria Jojo teve na infância. Mas, ao contrário do que se pode pensar, a autora não tinha um carinho especial por elas. No entanto, achou que seria interessante e simbólico “emprestá-las” à personagem. E foi mesmo <3
  • Será que existem chances de, um dia, conhecermos o ponto de vista de Will, em Como eu era antes de você? Jojo diz que não – e eu apoio! Ela explicou que sentiria como se estivesse apenas querendo ganhar dinheiro com a história. E disse também que, se tivéssemos o POV de Will no livro, o suspense ficaria comprometido. Além disso, a autora gosta da ideia de que existem mentes em que não conseguimos penetrar. Eu, particularmente, sempre achei que não termos a narração de Will podia ser visto como metáfora à falta de poder que ele parecia ter sobre as próprias escolhas.
  • cena do labirinto, em Como eu era antes de você, foi cortada do filme porque a autora e a equipe chegaram à conclusão de que ela não condizia com a história que a adaptação narra. Jojo explicou que, quando Lou conta o episódio a Will no livro, o leitor não tem exatamente certeza se “ouviu” o que “ouviu”. Já no filme, a situação tomaria proporções muito maiores, e não era essa a intenção.

  • Sobre a possibilidade de adaptação de Depois de você, a autora confessou que já teve “vagas discussões” sobre o assunto. Mas ela acredita que, se houver uma sequência, ela será como O Bebê de Bridget Jones – daqui a alguns anos.
  • Como eu era antes de você foi o livro que Jojo mais gostou de escrever. Ela contou que o processo de escrita foi rápido para os padrões dela (9 meses) e que foi a primeira história em que ela usou pitadas de humor. Além disso, a autora disse que sentia como se realmente conhecesse Lou e Will e sempre soubesse o que eles iriam dizer.
  • É inegável que Como eu era antes de você, livro e filme, é um sucesso mundial. No entanto, Jojo admitiu que não achava que a história fizesse sucesso em países católicos. Mas, para a surpresa da autora, as pessoas encararam a situação de Lou e Will como uma questão humana, e não religiosa.
  •  Jojo já escreveu mais dois scripts para o cinema: o de Um mais um e o de Paris para um. E a autora já adiantou que, no filme, o namorado de Nell será ainda pior!
  • Uma das perguntas feitas durante a live era: que livro você gostaria de ter escrito? E Jojo deu duas opções: O Pintassilgo, de Donna Tartt, e Pequenas Grandes Mentiras, de Liane Moriarty. O mais curioso é que O Segredo do Meu Marido, primeiro livro que li de Liane, automaticamente me lembrou de Jojo! Porque, embora tenham estilos diferentes, as duas autoras combinam muito bem elementos da literatura feminina com outros gêneros – o thriller, no caso de Liane, e o romance e os dilemas, no caso de Jojo.

Bom, acho que deu para ver que o encontro foi uma delícia, né? E eu espero que este post tenha transmitido um pouquinho de como foi conhecer Jojo Moyes <3 E, mais uma vez, um enorme obrigada à Intrínseca e à Livraria Saraiva!

Anúncios

9 pensamentos sobre “Encontro com Jojo Moyes

  1. Aí que delícia! Eu não fui ao encontro por ter preguiça de pegar filas e de trabalhar. Sorte que sua chefe autorizou! Jojo parece uma fofa e eu penso, que ter um terceiro livro da Lou é legal e não ao mesmo tempo hahahaha! Nossa vou correr com as leituras dos livros dela. Adorei o resumo.

    1. Oi Isadora,
      Realmente, muita sorte que ela deixou eu ir <3 E como o evento era super exclusivo, nem teve fila!!
      Concordo com você sobre o terceiro livro… Eu vou ler porque é Jojo, é Lou… Mas, por mim, não teria nem mesmo o Depois de você, haha!
      Beijo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s