Resenha de Harry Potter e a Pedra Filosofal (Harry Potter #1) – J. K. Rowling

Depois de perder os pais quando tinha apenas 1 ano, Harry Potter foi adotado pelos tios. Na casa dos Dursley, porém, o garoto vivia em um armário debaixo da escada e era tratado com total negligência. Até o dia em que recebe uma carta, convidando-o a estudar na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. É onde ele descobre a verdade sobre a morte dos pais e ganha um novo inimigo:  o temido Lorde Voldemort.

>> Encontre o melhor preço de Harry Potter e a Pedra Filosofal

Acredite: eu, leitora assídua desde os 17 anos, cheguei aos 28 sem ler ou assistir sequer um livro/filme da saga Harry Potter. Como não sou fã de fantasia, nunca me interessei pela obra de J. K. Rowling (na verdade, até tentei ler HP na adolescência, mas desisti logo no começo). Até que, há uns 2 anos, decidi que precisava ter uma opinião sobre a série, fosse ela positiva ou negativa. Além disso, confesso que, diferente de antigamente, estava cada vez mais curiosa para, enfim, conhecer um universo que tantas pessoas amam tanto!

Sempre tento manter as expectativas sob controle (o que não quer dizer que consiga), mas, no caso de Harry Potter, foi simplesmente impossível. Como disse acima, é tanta gente, de tantos perfis diferentes, apaixonada pela série, que eu me sentiria muito “errada” se odiasse. Ao mesmo tempo, não conseguia me imaginar tão envolvida com uma história de fantasia. Como li apenas Harry Potter e a Pedra Filosofal, é claro que é impossível dizer qual será o nível da minha paixão, e se um dia ela irá existir. No entanto, não descarto a possibilidade de me tornar uma Potterhead!

Adentar o mundo de HP foi uma experiência interessante e diferente de tudo. Porque, por mais que nunca tivesse lido ou assistido os livros/filmes, é claro que já me deparei com muitas informações, piadas e spoilers (que, sabiamente, sempre apaguei da memória automaticamente). Então, enfim, conhecer um pouquinho desse universo e, de alguma forma, fazer parte dele é uma delícia – por exemplo, o Chapéu Seletor me direcionou para Sonserina!

Harry Potter e a Pedra Filosofal é inegavelmente um livro infanto-juvenil. No entanto, a forma como J. K. Rowling constrói a trama e os personagens não deixa dúvidas de que há muito potencial para a evolução da série. Eu, particularmente, amo sagas que “crescem” junto com o leitor. E, embora esteja um pouco longe da idade de Harry e companhia, sinto que vai ser uma delícia acompanhar essa evolução. E com tantos caminhos para percorrer, já estou ansiosa pelas reviravoltas, surpresas e emoções!

Título original: Harry Potter and the Philosopher’s Stone
Volumes seguintes: Harry Potter e a Câmara SecretaHarry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry Potter e o Cálice de Fogo, Harry Potter e a Ordem da Fênix, Harry Potter e o Enigma do PríncipeHarry Potter e as Relíquias da Morte
Editora: Rocco
Autor: J. K Rowling
Ano: 1997
Páginas: 263
Tempo de leitura: 3 dias
Avaliação: 5 estrelas

Anúncios

14 pensamentos sobre “Resenha de Harry Potter e a Pedra Filosofal (Harry Potter #1) – J. K. Rowling

  1. Oi, Ná!!!

    Eu, como potterhead desde os meus 13/14 anos, fiquei muito feliz por vc ter dado uma chance a série e ter curtido de verdade!
    Espero que a série consiga te conquistar a cada volume, como me conquistou. HP é muito <3

    Beijos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s