Resenha de Diário de um ladrão de oxigênio – Anônimo

Em Diário de um ladrão de oxigênio, o leitor conhece o autor anônimo, um homem paranoico, alcoólatra e viciado em abusar emocionalmente das mulheres. No livro, ele narra tanto suas peripécias, quanto o dia em que se tornou vítima de uma mulher exatamente como ele – ou até pior.

>> Encontre o melhor preço de Diário de um ladrão de oxigênio

Ao que tudo indica, o autor de Diário de um ladrão de oxigênio é real e, de fato, anônimo. Reza a lenda que ele publicou o material de maneira independente em Amsterdã e, após ter feito sucesso na Europa, se mudou para Nova York, onde imprimiu uma tiragem de mais 5 mil exemplares. E foi essa história, somada à sinopse, que me fez querer ler o livro. Ou seja, fui com muita sede ao pote e, infelizmente, acabei bem decepcionada.

A escrita do autor anônimo é direta e ele não tem papas na língua. E isso foi o que mais me incomodou na leitura. Não o fato de dar detalhes sórdidos da história ou usar uma linguagem pouco gentil para se referir às suas vítimas. Mas sim a necessidade de chocar o leitor. E sabe o que é pior? Não funciona. O resultado é uma história que não cativa, sem propósitos e que, verdadeira ou não, parece ter sido escrita apenas para “contar vantagem”.

A leitura de Diário de um ladrão de oxigênio só não chegou a ser sofrida porque a escrita do autor anônimo é bastante fluida. A curiosidade em relação à mulher que o transformou em vítima mantém o interesse do leitor, no entanto, a verdade se revela praticamente um anti-clímax – tanto pelos fatos, quanto pelo ritmo em que eles são narrados.

Ninguém parece saber quem realmente escreveu Diário de um ladrão de oxigênio e se as histórias são de fato reais. O que me parece uma tentativa de brincar com ficção e realidade, como o genial Baseado em fatos reais (muito embora a obra do nosso autor anônimo tenha sido publicado quase 10 anos antes). E se essa foi a intenção, lamento dizer, mas não funcionou.

Título original: Diary of an Oxygen Thief
Editora: Intrínseca
Autor: Anônimo
Ano: 2006
Páginas: 160
Tempo de leitura: 3 dias
Avaliação: 2 estrelas

selo2016

Anúncios

9 thoughts on “Resenha de Diário de um ladrão de oxigênio – Anônimo

  1. Oi Nádia! Isso que você escreveu sobre o livro parecer ter sido escrito apenas para “contar vantagem” foi o que mais me incomodou no livro. É tudo parte de uma vingança. No entanto, o que ele fazia para mulheres era muito pior do que aconteceu com ele quando foi “vítima”. Na verdade, acho essa palavra muito forte nesse caso. Ele foi vítima de algumas brincadeiras constrangedoras e humilhantes da mulher, mas em nenhum momento ela deu a entender que estava realmente interessada nele e, mesmo assim, ele insistia em encontrá-la (principalmente para ter mais uma chance de transar com ela). Achei o livro de mau gosto mesmo, sabe? Escrevi sobre isso lá no SLET. Também achei que seria algo no estilo de Baseado em fatos reais, que, como disse, achei genial. Mas foi uma grande decepção. =/

    1. Sim, concordo, por isso disse que a revelação é praticamente um anti-clímax.
      De qualquer forma, uma pena o livro ser tão decepcionante, né? Parecia tão legal e, no fim, não faz nem a gente refletir…

  2. Achei o personagem (real ou não) tanto como homem, como até para ser um idiota, bem fraco. Na minha visão de ~vida~, para ser um destruidor de coração ele ainda ia precisar melhorar muito, porque não considero o que ele fez como abusar emocionalmente de mulheres e sim, ser um tremendo babaca apenas. MUUUUUUUUUUUITO forçado mesmo! Não me convenceu, não me cativou, não acrescentou em nada. Bleeeeeeeh

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s