Resenha de A Colônia (A Colônia #1) – Ezekiel Boone

img_9494

Ninguém poderia imaginar que a massa negra que devorou um turista americano em meio à floresta peruana se tratava de milhões de exemplares de uma espécie de aranhas adormecida há mais de mil anos. No entanto, com velocidade impressionante, as misteriosas criaturas invadem lugares espalhados por todo o mundo, se tornando uma verdadeira ameaça à existência da humanidade.

>> Encontre o melhor preço de A Colônia

A capa costuma ser o suficiente para deixar claro que A Colônia não deve ser lido em caso de aracnofobia. Mas a verdade é que a obra de Ezekiel Boone é tão detalhista em relação à invasão e ao ataque das aranhas, que você só deve apostar na leitura se realmente não se importar com as criaturas. Caso contrário, serão muitos momentos de pura aflição.

Dito isso, vamos à história em si. Quem acompanha o blog sabe que eu amo livros que mesclam terror e cenários apocalípticos. Por isso, as expectativas em relação a A Colônia eram altas. A história demorou para engrenar, o que me desanimou um pouco no início da leitura. No entanto, isso só acontece porque Ezekiel Boone quis criar mais do que uma boa história de terror. Com narrações sob vários pontos de vista e tramas paralelas que envolvem aspectos extremamente pessoais dos personagens, o autor oferece ao leitor uma obra nada superficial e que vai muito além da invasão das aranhas.

E quando digo “sob vários pontos de vista”, não quero dizer apenas que Ezekiel Boone criou uma série de protagonistas em A Colônia. Por meio de cada personagem, a história retrata como a invasão das aranhas impactou o mundo. Entre os narradores, temos desde um turista e um agente do FBI até a presidente dos Estados Unidos e uma cientista especialista em aranhas.

Aos poucos, as subtramas se interligam e acredito que essas conexões apenas cresçam no segundo volume da série. E se o começo do livro exige um pouco de paciência, justiça seja feita: toda a contextualização vale a pena e, quando realmente começa, a história se torna difícil de largar. O final completamente em aberto deixa o terreno pronto para uma continuação em que tudo pode acontecer.

Título original: The Hatching
Editora: Suma de Letras
Volume seguinte: Skitter
Autor: Ezekiel Boone
Ano: 2016
Páginas: 272
Tempo de leitura: 6 dias
Avaliação: 3 estrelas

selo-cia-das-letras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s