Resenha de Morte na Mesopotâmia (Hercule Poirot #14) – Agatha Christie

morte-na-mesopotamia-agatha-christie

Quando a enfermeira Amy Leatheran aceitou cuidar de Louise, a excêntrica esposa do arqueologista Dr. Leidner, ela não poderia imaginar que teria que ajudar o célebre detetive Hercule Poirot a desvendar um misterioso assassinato.

>> Encontre o melhor preço de Morte na Mesopotâmia

Assim como nos deparamos com livros bons, mas cansativos de ler, existem as obras não tão interessantes, mas extremamente fluidas. E Morte na Mesopotâmia faz parte do segundo grupo. A primeira metade da história é bem arrastada e a trama só fica mais envolvente com a chegada de Hercule Poirot. No entanto, diferente de O Assassinato no Expresso do Oriente, em que o enredo gira muito mais em torno da resolução do crime, Morte na Mesopotâmia foca um pouco mais nos personagens e suas características, embora não tanto quanto em O Caso dos Dez Negrinhos

Este é apenas o terceiro livro que leio de Agatha Christie e confesso que já se tornou fácil sacar os padrões da autora. Não estou dizendo que costumo adivinhar as resoluções do caso, mas sabe quando fica aquela sensação de “não fui completamente surpreendida”? Pois é. E eu hei de admitir que, embora a história seja, mais uma vez, muito bem amarrada e inteligenteMorte na Mesopotâmia exagera em alguns pontos, tanto nas reviravoltas da trama, quanto na resolução do mistério.

No entanto, Agatha Christie não recebeu o título de Rainha do Crime à toa e se mostra sempre capaz de criar histórias mirabolantes e que, muito embora forcem a barra em alguns momentos, conectam todos os aspectos, sem deixar uma ponta sequer desamarrada. Talvez, o segredo para que a autora surpreenda mais seja ler seus livros em longos intervalos, para “desintoxicar” de suas fórmulas padrão. Afinal, quem não gosta de jogar Detetive de vez em quando?

Título original: Murder in Mesopotamia 
Editora: Nova Fronteira
Autor: Agatha Christie
Ano: 1936
Páginas: 225
Tempo de leitura: 5 dias
Avaliação: 3 estrelas

Veja mais livros de Agatha Christie

Anúncios

5 thoughts on “Resenha de Morte na Mesopotâmia (Hercule Poirot #14) – Agatha Christie

  1. Livro adicionado à minha lista! Li muitos dela, mas esse aí ainda não.

    Agatha foi uma das responsáveis por eu me tonar uma leitora assídua. Assim que a descobri na biblioteca da escola, passei um tempinho ignorando a vida e deixando de dormir só para chegar ao final do livro e matar minha curiosidade o mais rápido possível. >_<
    Por isso ela sempre terá um lugarzinho no meu coração!

    Se você pretende ler outros da autora, recomendo tentar um que tenha Miss Marple como "detetive", uma simpática senhora um tanto quanto bisbilhoteira e nada inocente que adora resolver crimes.

    Beijos!

    1. Ah, qualquer autor ou autora que seja responsável por tornar uma pessoa leitora merece um lugar especial no coração, né?
      Eu estou gostando das minhas experiências com Agatha Christie, são bem leves e até divertidas. Mas admito que um lado meu esperava algo mais… surpreendente, talvez. Mas estou curtindo!
      E pode deixar que procurarei ler um livro com a Miss Marple!
      Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s