Never Never: Part Three – Colleen Hoover e Tarryn Fisher

img_2763

Silas e Charlie se reencontram, mas continuam sem saber o que está acontecendo, quem realmente são e a verdade sobre o passado misterioso de suas famílias. Agora, os dois têm apenas 48 horas para juntar todas as peças do quebra-cabeça, antes que percam todas novamente.

A trilogia Never Never começou arrebatadora e extremamente promissora. A segunda parte já deixou a desejar, já que absolutamente nenhum aspecto da trama chegou sequer perto de ser desvendado, muito pelo contrário. E, fechando a saga, Never Never: Part Three simplesmente acabou com qualquer chance de que a trilogia tivesse um desfecho, no mínimo, digno.

Antes de qualquer coisa, é preciso ressaltar que Never Never jamais deveria ter sido transformado em uma trilogia. Somando os três volumes, temos 250 páginas, o que, até para um stand alone, configura um livro relativamente curto. Mas esse não é, nem de longe, o maior problema: os três volumes foram lançados dentro de um ano, com intervalos de seis meses entre cada um, o que seria um período de espera bem curto em relação à maioria das outras séries. No entanto, como os dois primeiros são cheios de suspense e não desvendam nenhum mistério, acabam não sendo marcantes e eu, sinceramente, já havia esquecido praticamente tudo o que aconteceu anteriormente.

Dito isso, senta que tem mais! O romance (esquecido) entre Silas e Charlie não é envolvente e não convence. Logo, torna-se irreal, incoerente e até irritante. Mas eu poderia muito bem superar tudo isso se Colleen Hoover e Tarryn Fisher tivessem justificado toda a enrolação dos dois primeiros volumes com um final tão arrebatador quanto o início. E isso, definitivamente, ficou bem longe de acontecer. A impressão que deu é que as autoras perderam o fio da meada e optaram pela primeira solução que veio à cabeça, que, de tão ruim, chegou a surpreender.

Com uma mistura descarada de elementos nada originais de filmes no estilo de Como se fosse a primeira vez e Se eu fosse vocêNever Never: Part Three é quase uma afronta. Afinal, depois de manter a história completamente no escuro (por 1 ano!) e flertar até com bruxaria, a trama foi justificada com o desfecho mais clichê e – o pior – pedante possível. Uma pena!

Título original: Never Never: Part Three
Volumes anteriores: Never Never e Never Never: Part Two
Autor: Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Publicação original: 2016

9 comments

  1. Olá!
    Primeiramente parabéns pelo blog, ainda não conhecia e vim parar aqui através da busca incansável por maiores informações sobre o desfecho da trilogia “Never Never”, a qual por sinal consegue ser mais morna que a parte 2.
    Gostaria de saber se já existe a tradução para português, ou se terei que ler em inglês mesmo.
    Obg :)

    • Oi Barbara, muito obrigada <3
      Never Never começou bem, mas foi só ladeira abaixo, né? Triste!
      Eu sei que saiu a primeira parte em português, pela Record, mas os outros dois não sei quando serão lançados!

Deixe uma Resposta para Barbara Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s