Resenha de O Caso dos Dez Negrinhos – Agatha Christie

IMG_8778

O misterioso U. N. Owen convidou 10 pessoas para passar alguns dias em uma luxuosa casa na Ilha do Negro, porém, nunca apareceu para recepcioná-las. Quando os convidados já estão instalados e cada vez mais ressabiados com o suspense em torno do excêntrico anfitrião, uma voz gravada toma conta do ambiente, acusando cada um deles de ter cometido um crime no passado. A princípio, todos negam a veracidade da mensagem, mas o pânico toma conta dos convidados de U. N. Owen e estranhas mortes começam a acontecer.

>> Encontre o melhor preço de O Caso dos Dez Negrinhos

Eu adoro thrillers e livros de mistério, mas nunca havia lido nada de Agatha Christie. Falha minha! No entanto, aproveitei uma das categorias do Desafio de Leitura para reparar esse erro e, por recomendação do meu pai, escolhi O Caso dos Dez Negrinhos para começar a conhecer a obra da Rainha do Crime. E posso dizer que adorei a minha estreia, já que a trama, além de ser um thriller com todos os ingredientes que eu gosto, ainda conta com uma aura sinistra e super macabra.

Confesso que Agatha Christie (e/ou quem traduziu a edição que eu li) usa palavras difíceis, algumas que eu nunca havia ouvido. Mas, apesar desse detalhe, a leitura é muito fluida e a curiosidade para descobrir qual a verdade por trás de todo o mistério, faz com que seja fácil devorar o livro. No entanto, não adianta ler com muita pressa porque, como toda boa trama de suspense, O Caso dos Dez Negrinhos é repleto de reviravoltas e acontecimentos determinantes e mudar de opinião em relação aos suspeitos é automático. Então, é melhor prestar bastante atenção.

Obviamente, quando leio um thriller, espero por muito mistério e, apesar de tentar desvendar o enigma, quero ser surpreendida no final. E, sim, de certa forma, fui pega de surpresa pelo desfecho de O Caso dos Dez Negrinhos, mas, depois de tanto suspense durante todo o livro, confesso que esperava uma revelação um pouco mais embasbacante e/ou menos mirabolante. De qualquer forma, é preciso lembrar que este livro foi escrito em 1939 e, até hoje, é considerado um clássico e, mesmo depois de tantas obras do gênero, ainda é capaz de surpreender o leitor.

Título original: Ten Little Niggers*
Autor: Agatha Christie
Ano: 1939
Páginas: 228
Tempo de leitura: 5 dias
Avaliação: 4 estrelas

*Ten Little Niggers é o título original que foi usado para a publicação da obra de Agatha Christie no Reino Unido. Na década de 1940, o livro chegou aos Estados Unidos e, por ser considerado racista, foi rebatizado Ten Little Indians. Anos depois, alguém percebeu que usar tanto “niggers” quanto “indians” era preconceituoso e o livro passou a circular como And then there were none, que é um trecho do poema que faz parte da obra.

Anúncios

6 thoughts on “Resenha de O Caso dos Dez Negrinhos – Agatha Christie

  1. Confesso duas coisas: também fui surpreendida pelo livro da Agatha Christie que li e tbm me deparei com palavras muito complicadas e que eu não fazia ideia do significado.
    Acho que por ter sido escrito há muito tempo, ela deva usar essas palavras arcaicas msm e os tradutores preservaram isso.

    Bom saber que os livros dela mantêm um bom padrão!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s