Duas Vezes Amor – Katie Cotugno

IMG_3054

Serena, ou apenas Reena, sempre foi apaixonada por Sawyer, mas, quando enfim conquistou o garoto, descobriu que a vida ao lado dele era muito mais complicada do que poderia ter imaginado. Teimosa, Reena contrariou as advertências do pai e tolerou o comportamento duvidoso do namorado, mas a verdade é que nada poderia tê-la preparado pro que viria a seguir: abandonada por Sawyer, ela descobriu que estava grávida. Apesar de ter apenas 16 anos, Reena decide ter o bebê sozinha, mas é obrigada a desistir de seu sonho de sair de casa e viajar o mundo. Dois anos mais tarde, Sawyer volta à cidade e, ao descobrir que é pai, tenta reconquistar Reena. Mas será que, depois de tudo o que ela teve que enfrentar sozinha, ainda existe espaço para o amor e o perdão?

duasvezesamor

Gravidez na adolescência pode parecer um assunto batido para um livro, ainda mais um young adult, mas a verdade é que, apesar de já ter lido dezenas de obras do gênero, não me lembro de muitos (no momento, de nenhum, pra ser sincera) que abordem o tema, ainda mais de forma profunda como Duas Vezes Amor. E esse é o primeiro ponto positivo da trama de Katie Cotugno, que retratou muito bem os sentimentos conflitantes de Reena, como a frustração por abandonar os sonhos e a vergonha por ter decepcionado o pai, que coexistem com a certeza de que não trocaria a filha por nada no mundo.

A autora também foi corajosa ao retratar Sawyer como um típico bad boy, sabendo que, ao longo do livro, que é dividido em Antes e Depois, teria que convencer o leitor de que, no final das contas, “ele não era tão ruim assim”. E, na minha opinião, ela consegue reverter a situação, mostrando que o personagem é capaz de se redimir – o que definitivamente não apaga as feridas de Reena -, mas que as mudanças não aconteceram de uma hora para outra. Katie também fez um ótimo trabalho ao construir a protagonista, que realmente amadureceu e perdeu a ingenuidade, tornando-se até um pouco amarga – e com razão, né? – entre o Antes e o Depois.

Por ser dividido entre passado e presente, Duas Vezes Amor faz com que o leitor disseque a história junto com Reena e a evolução da protagonista fica evidente, assim como os erros e acertos que ela comete pelo caminho. Talvez o desfecho seja relativamente simples em relação à densidade da trama e a tudo o que Reena enfrentou. No entanto, não é um final fantasioso ou incoerente e acho que, se não fosse assim, alguma coisa pareceria fora do lugar. Duas Vezes Amor é intenso, conta com reviravoltas realmente inesperadas e determinantes e aborda com muita propriedade a culpa, a frustração, a perda, a morte, o perdão e, acima de tudo, o que somos capazes de fazer por amor.

Título original: How to love
Editora: Rocco
Autor: Katie Cotugno
Ano: 2013
Páginas: 381
Tempo de leitura: 3 dias
Avaliação: 4 estrelas

Anúncios

2 thoughts on “Duas Vezes Amor – Katie Cotugno

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s