Resenha de O Projeto Rosie – Graeme Simsion

IMG_0706

Don Tillman é um professor de genética bem-sucedido, que leva uma vida extremamente regrada – com refeições padronizadas e rotina  minuciosamente cronometrada – e é socialmente inadequado. Prestes a completar 40 anos, ele quer encontrar uma “companheira para a vida” e, para isso, elabora um questionário exigente, que faz parte do Projeto Esposa. No entanto, quando conhece a incompatível Rosie, Don, que parece ser imune aos sentimentos, descobre que o amor não é uma equação matemática.

>> Encontre o melhor preço de O Projeto Rosie

O Projeto Rosie estava na minha lista de leituras há muito tempo e o fato de todo mundo que leu o livro defini-lo como “muito engraçado” apenas aumentava a minha curiosidade. Eis que, após finalizar a leitura, me junto ao coro para dizer que, realmente, “muito engraçado” é a expressão que melhor define a obra de Graeme Simsion. E o grande responsável pelo senso de humor super apurado da trama é o protagonista e sua falta de tato social, o que faz com que ele seja, de certa forma, ingênuo e leve tudo ao pé da letra.

Se você realmente ama uma pessoa, deve estar preparado para aceitá-la como ela é. Você pode até esperar que um dia ela acorde e faça aquelas mudanças, mas pelos próprio motivos dela.

Os seres humanos muitas vezes deixam de enxergar o que está perto deles e que parece óbvio para os demais.

Por ser um típico chick lit, regado a humor, romance, encontros e desencontros, O Projeto Rosie é, sim, previsível, mas não de um jeito simplório ou superficial. Pelo contrário. Em paralelo com o Projeto Esposa, Don tenta ajudar Rosie a encontrar seu verdadeiro pai, o que se transforma em uma verdadeira jornada e garante o fator surpresa do livro, ao mesmo tempo em que passa a perceber que os extremos quase nunca são o melhor caminho.

Amar é ter um sentimento profundo por outra pessoa, um sentimento que muitas vezes desafia a lógica.

Além do romance, que é o principal foco da história, O Projeto Rosie também fala sobre autoaceitação, sobre amar as pessoas como elas são e sobre ser diferente. Ao terminar o livro, foi inevitável pensar na frase já icônica de Graham Moore, vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado em 2015: “stay weird, stay different”. Desde que ser estranho e diferente signifique ser você.

Título original: The Rosie Project
Editora: Record
Volume seguinte: O Efeito Rosie
Autor: 
Graeme Simsion
Ano: 2013
Páginas: 320
Tempo de leitura: 4 dias
Avaliação: 4 estrelas

Anúncios

9 pensamentos sobre “Resenha de O Projeto Rosie – Graeme Simsion

  1. Pronto. Escrevi minha resenha, então pude ler a sua! Eu adorei o livro!! Me diverti horrores com o Don e a Rosie e me surpreendi com o final do Projeto Pai. Achei genial!
    Não faço ideia do que é abordado no segundo, mas o Bill Gates elegeu como uma das leituras favoritas de 2014. Então, espero que lancem aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s