Meus 10 autores favoritos

Escolher meus 10 autores preferidos não foi uma tarefa fácil. Alguns merecem estar na lista pelo conjunto da obra, enquanto outros ganham espaço por conta de um único e arrebatador livro. É bem possível que minha seleção mude daqui a algum tempo (até espero que isso aconteça), embora eu saiba que alguns nomes sempre farão parte dela. Mas, por enquanto, estas são as minhas escolhas (por ordem alfabética):

Colleen Hooverautora das séries Métrica Hopeless, Colleen Hoover é sempre “too much”. Muito amor, muito drama, muita tragédia, muita surpresa, muita reviravolta e, principalmente, muita, muita, muita mas muita intensidade mesmo. E pode até ser cansativa, mas é essa overdose que torna as obras da autora tão marcantes e inesquecíveis. Além desse estilo peculiar, Colleen sempre aborda temas delicados e sempre atuais (que não vou listar aqui para evitar spoilers).

David NichollsUm Dia é e sempre será um dos meus livros favoritos, uma das minhas grandes paixões literárias, principalmente por conta da maravilhosa narrativa epistolar. As outras obras de David Nicholls, Resposta Certa e O Substituto, não são tão incríveis quanto a história de Emma e Dexter, mas são boas o suficiente para garantir o lugar do autor entre os meus preferidos.

IMG_9082

E. LockhartE. Lockhart tem váááários livros para crianças, jovens adultos e adultos. Eu li apenas dois, Mentirosos O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks, e sei que pode ser injusto listar a autora entre os meus favoritos. Mas eu não consigo evitar porque, apesar de as duas obras serem bastante diferentes entre si, são igualmente incríveis. Mentirosos é simplesmente um dos livros mais surpreendentes que já li, além de contar com uma narrativa muito rica, cheia de metáforas e analogias. Já O Histórico de Frankie Landau-Banks aborda assuntos pertinentes de uma maneira esclarecedora e inteligente, nunca pedante.

Emily Giffinconfesso que ando meio cansada de chick lit, mas acho que é seguro dizer que nunca enjoarei de Emily Giffin. A autora consegue abordar os dilemas que a maioria das mulheres têm em comum sem “mimimis” e de uma maneira completamente realista.

Gillian Flynngosta de thrillers e suspenses? Leia Gillian Flynn. Inteligente, sarcástica e ácida, a autora de Garota Exemplar é capaz de criar tramas envolventes, dúbias e cheias de reviravoltas.

John Green: confesso que, no auge da minha febre chamada John Green, eu superestimei o autor. Isso porque, depois de um tempo, percebi – ou admiti – que Cidades de Papel O Teorema Katherine são, na verdade, bem normais e, às vezes, até cansativos. A Culpa é das Estrelas e Quem é você, Alasca? também têm seus altos e baixos, mas os altos são tão incríveis que provavelmente sempre farão de John Green um dos meus preferidos.

IMG_8841

Jojo Moyes: com uma narrativa delicada, reviravoltas corajosas e uma proposta romântica, mas não clichê, Jojo Moyes me conquistou com A Última Carta de Amor Como eu era antes de vocêAdmito que A garota que você deixou para trás não me cativou e que Um mais um até me desapontou. Mas também é verdade que poucas obras mexeram comigo como os dois livros supracitados… aiai <3

Lionel Shriver: Precisamos falar sobre o Kevin já seria o suficiente para considerar Lionel Shriver uma das autoras mais brilhantes que já li. Mas daí vem Grande Irmão O Mundo Pós-Aniversário e confirmam que ela é, realmente, uma das melhores de sua geração, graças ao realismo cruel de suas obras, a acidez, a inteligência e aquela capacidade enervante, mas viciante, de mergulhar nas profundezas dos sentimentos humanos.

Stephanie Perkinsos livros young adult podem ser cansativos muitas vezes (especialmente para quem tá mais pra “old adult”, como eu), mas Stephanie Perkins consegue fugir dos clichês, ainda que sem sair exatamente do lugar comum. Ficou difícil entender? Leia Anna e o Beijo Francês e Isla and the Happily Ever After e prepare-se para suspirar.

Truman Capote: Truman Capote é autor de vários romances, peças e contos (incluindo Bonequinha de Luxo, que deu origem ao clássico estrelado por Audrey Hepburn). Eu, porém, li apenas A Sangue Frio, o pioneiro romance de não ficção do autor, e simplesmente sei que poucas coisas na vida podem superar esta obra-prima.

MENÇÕES HONROSAS

four-2

Veronica Roth: Divergente é apenas uma das (se não “a”) minhas séries favoritas, mas, antes de incluir Veronica Roth no hall de autores favoritos, quero ver o que ela irá aprontar em sua próxima série – possivelmente sobre “um mundo futurista, no estilo Star Wars”.

Michelle Hodkin: o mesmo vale para Michelle Hodkin, que me destruiu (de um jeito bom, se é que isso é possível) com a trilogia Mara Dyer.

Quais são os seus autores preferidos?

Anúncios

18 thoughts on “Meus 10 autores favoritos

  1. Eu acho que meus autores favoritos comparados aos seus seriam apenas 2 ou 3 no máximo!
    E cadê J.K. Rowling aí?! Eu sei q vc não leu, mas é a Rowling né?! kkkkkk (desculpa, me exaltei)
    PS: Amei seu novo layout!! :D <3

  2. Nossa… Essa é difícil! Vamos lá… Mas não vou dar explicações como vc, okay? Okay.
    J.K Rowling
    Gillian Flynn
    John Green
    Luis Fernando Verissimo
    Colleen Hoover
    Helen Fielding
    Lauren Oliver
    Carina Rissi
    Eu poderia colocar o Ian McEwan e o Truman Capote, mas eu não tenho certeza.

    É isso!

  3. Senti um certo orgulho próprio de perceber que de todos os citados eu só não conheço 5 – incluindo as menções honrosas e agradecida porque foi você que me viciou hahaha

    Não sei se conseguiria listar 10, mas na minha lista certamente teria Emily, Jojo e John <3 porque é muito amor!

    Beijo

  4. John e JoJo <3 Muito amor.
    Confesso que não conheço muito os outros autores (só de nome, não cheguei a ler nenhum livro deles).
    A Veronica destruiu o meu coração na série de Divergente. Ainda não sei se tenho vontade de matá-la ou me tornar fã de vez kkk Mas gosto bastante da escrita dela, desde o primeiro livro da série *-*

  5. Olá Nádia! Não sou de acompanhar blogs, mas sempre que me deparo com algum em minhas pesquisas dou uma olhadinha (e os de literatura sempre me interessam :] haha), e resolvi comentar :)

    Vi em sua lista muitos conhecidos e desconhecidos, e aí vai:

    J. K. Rowling (sério que nunca leu Harry Potter?)
    Markus Zusak
    Anne Frank :)
    Jojo Moyes (dos 4 que leu só não li “Um mais um”, e tenho a mesma opinião quantos aos outros *-* terminei “A última carta de amor” no último fds, a escrita dela é maravilhosa!!)
    David Nicholls (Em & Dex – até hoje meu coração dói)
    Lemony Snicket
    Mario Quintana
    Clarice Lispector
    Fernando Pessoa

    Tenho muita vontade de ler a série Divergente, amei os dois filmes e queria conhecer os livros que SEMPRE são melhores s2

    P.S. Gostei muito do seu blog :D

    1. Oi Isabela, obrigada :) Fico muito feliz em saber que gostou!
      Não, eu nunca li Harry Potter hehe Sei que é uma falha no meu caráter literário e eu não descarto corrigi-lo, mas não agora!
      Também adoro Markus Zusak por A Menina que Roubava Livros e Eu sou o mensageiro, mas acabei deixando-o de fora. Não li O Diário de Anne Frank, então não posso opinar, mas, como disse no post, amo muito Jojo e Nicholls. Adoro o Lemony Snicket, mas também não tanto hahaha Já literatura brasileira/portuguesa não é muito minha praia, então não costumo ler!
      E leia Divergente, os livros são realmente melhores!
      Beijos e obrigada pela visita!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s