Resenha de O Menino do Pijama Listrado – John Boyne

IMG_7055

Aos 9 anos, Bruno não sabe que seu país está em meio a uma guerra e não tem conhecimento sobre o Holocausto – e muito menos que sua família, especialmente o pai, tem participação ativa na questão. Por isso, quando é obrigado a trocar a espaçosa casa em que mora em Berlim por outra muita menor e em um local deserto, onde uma cerca divide a cidade e não há com quem brincar, Bruno fica infeliz. Para se distrair do estranho pressentimento sobre seu novo lar, Bruno decide explorar o local e conhece Shmuel, o menino de pijama listrado que vive do outro lado da cerca. E é por meio da forte amizade com Shmuel que Bruno fica cada vez mais próximo da verdade sobre seu pai e o mundo.

>> Encontre o melhor preço de O Menino do Pijama Listrado

A inocência de Bruno é o grande tempero de O Menino do Pijama Listrado e é o que torna a história, que já tem tudo para ser triste e chocante ainda mais dolorosa e realista. No entanto, diferente de Liesel Meminger, de A Menina que Roubava Livros, Bruno não é tão maduro e altruísta, muito pelo contrário. Vindo de uma família rica, o garoto é mimado e, por não ter noção sobre a dura realidade, se importa com coisas praticamente insignificantes. Mas, há que se dizer, esse é exatamente o grande trunfo do personagem: deixar a ingenuidade transparecer em forma de preocupações fúteis, mas também ser capaz de, ainda que sem entender, se sensibilizar e solidarizar com alguém que vive uma história tão diferente de sua própria.

Por ser um livro pequeno, O Menino do Pijama Listrado foi o escolhido para a estreia do meu projeto de, uma vez por mês, ler um livro em um dia. E, além de ter menos de 200 páginas, a obra de John Boyne também é bastante fluida e surpreendentemente leve, apesar da temática. Quando comecei a lê-la, pensei em alguns finais previsíveis, mas o autor é habilidoso na hora de “manipular” o leitor com falsos clímaxes e plot twists realmente inesperados – inclusive o desfecho. Confesso que esperava me emocionar um pouco mais, mas O Menino do Pijama Listrado cumpre o que promete e é uma ótima pedida para quem gosta da combinação entre histórias fictícias e eventos reais.

Título original: The Boy in the Striped Pyjamas
Editora: Seguinte
Autor: John Boyne
Ano: 2006
Páginas: 192
Tempo de leitura: 1 dia
Avaliação: 4 estrelas

Anúncios

8 thoughts on “Resenha de O Menino do Pijama Listrado – John Boyne

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s