Retrospectiva Literária 2014

Este é o terceiro ano que participo da Retrospectiva Literária, do blog Pensamento Tangencial, e toda vez é a mesma coisa: sofro para escolher os livros para cada quesito, mas, no final, fico feliz e satisfeita por “passear” por todas as histórias que li no ano e ter a certeza de que foram mais 365 produtivos :)

A aventura que me tirou o fôlego: Eat, Brains, Love, Jeff Hart – como não li nenhum livro de aventura em 2014, escolhi esse, que tem vários momentos de ação.
O terror que me deixou sem dormir: A Evolução de Mara Dyer, Michelle Hodkin – Sei que não é terror de verdade, mas me assustou mais do que os poucos livros que li do gênero.
O suspense mais eletrizante: Garota ExemplarGillian Flynn
O romance que me fez suspirar: Isla and the Happily Ever After, Stephanie Perkins
A saga que me conquistou: Divergente, Veronica Roth
O clássico que me marcou: Admirável Mundo Novo, Aldous Huxley
O livro que me fez refletir: Clube da Luta, Chuck Palahniuk
O livro que me fez rir: Esposa 22Melissa Gideon
IMG_4903
O livro que me fez chorar: os campeões do ano no quesito lágrimas foram dois livros da Colleen Hoover, Losing Hope e Ugly Love, e Convergente, da Veronica Roth.
O livro de fantasia que me encantou: Antes que eu vá, Lauren Oliver
O livro que me decepcionou: O Começo de Tudo, Robyn Schneider – Não foi o pior livro que li no ano, mas tinha muitas expectativas sobre ele.
O livro que me surpreendeu: Mentirosos, E. Lockhart
O thriller psicológico que me arrepiou: Battle Royale, Koushun Takami
O livro mais criativo: Ele está de volta, Timur Vermes
O melhor HQ: o único que li foi Death Note, mas amei.
O infanto-juvenil que se superou: Hopeless, Colleen Hoover
battle-royale
O livro que mudou a minha forma de ver o mundo: Convergente, Veronica Roth
A capa mais bonita: A Escolha, Kiera Cass
O livro que li em um dia: Thirteen Reasons Why, Jay Asher, e O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks, E. Lockhart
O primeiro livro que li no ano: Grande Irmão, Lionel Shriver
O último livro que terminei: a releitura de Anna e o Beijo Francês, de Stephanie Perkins
O livro que abandonei: Atonement, Ian McEwan, A Hospedeira, Stephenie Meyer, Ler, viver e amar, Jennifer Kaufman e Karen Mack, Dash and Lily’s Book of Dares, David Levithan e Rachel Cohn, etc.
O livro que li por indicação: são tantos… mas escolho Garotas de Vidro, de Laurie Halse Anderson.
A frase que não saiu da minha cabeça: “We can be mended, we mend each other.” – Tobias Four Eaton, em Convergente
a-escolha
O(a) personagem do ano: eu ia escolher a Tris ou o Four, mas, para evitar o monopólio, fico com a Frankie Landau-Banks, de O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks, de E. Lockhart.
O casal perfeito: Tris e Four, de Divergente, com menção honrosa para Mara Dyer e Noah Shaw, de A Desconstrução de Mara Dyer.
O(a) autor(a) revelação: E. Lockhart – depois de me deixar boquiaberta com Mentirososela me fez refletir muito com O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks.
O melhor livro nacional: Quem vai ficar com Morrissey?, Leandro Leal
O melhor livro que li em 2014: Convergente, Veronica Roth
Li em 2014 86 livros
Comprei em 2014 66 livros
A minha meta literária para 2015 é: 75 livros
foto
Feliz Ano Novo :)
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s