Top 10 livros de 2014

Processed with Rookie

Quando escolher os 10 melhores livros lidos no ano é um grande desafio, é sinal de que os últimos 365 dias foram produtivos e cheios de histórias incríveis. Felizmente, esse foi o meu caso em 2014, mas, depois de muito pensar, consegui decidir quais foram as obras que mais mexeram comigo neste ano que passou :) Eis a minha humilde lista:

A Evolução de Mara Dyer, Michelle Hodkin: se A Desconstrução de Mara Dyer não foi uma leitura que amei, o segundo livro da saga de Michelle Hodkin teve o efeito oposto. Além da história realmente começar a se desenrolar em A Evolução, a autora me surpreendeu pela quantidade de referências e teorias usadas no livro. Isso para não falar de Noah Shaw… <3

Allegiant, Veronica Roth: li o terceiro livro da saga Divergente em fevereiro de 2014 e, até hoje, me flagro relembrando a história, relendo meus trechos favoritos e pensando na frase em que tanto acredito – “We can be mended. We mend each other”. 

Antes que eu vá, Lauren Oliver: um dos livros que eu mais queria ler neste ano, Antes que eu vá não me decepcionou e até me surpreendeu por ser ainda mais sensível e original do que imaginei.

Battle Royale, Koushun Takami: comecei a leitura em dúvida se gostaria ou não, mas finalizei o livro com a certeza de que ele estaria no meu top 10 do ano e, quiçá, da vida.

Cartas de amor aos mortos, Ava Dellaira: assim que vi o título, soube que teria que ler este livro. Para minha felicidade, a obra de Ava Dellaira foi ainda melhor do que eu imaginava e me fez lembrar bastante do também ótimo As Vantagens de Ser Invisível, de Stephen Chbosky.

Clube da Luta, Chuck Palahniuk: a obra de Chuck Palahniuk merece o título de clássico contemporâneo por ser um thriller psicológico extremamente bem escrito e original. Ao mesmo tempo em que foge dos clichês, é repleto de frases de efeito que realmente nos fazem repensar a vida.

Garota Exemplar, Gillian Flynn: este era um livro que estava na minha lista há muito tempo, mas que eu nunca pegava para ler. Porém, depois de terminar o envolvente e surpreendente thriller policial de Gillian Flynn, me arrependi profundamente de não tê-lo lido antes. Antes tarde do que nunca.

Grande Irmão, Lionel Shriver: depois que li Precisamos falar sobre o Kevin, tive a certeza de que as obras da Lionel Shriver sempre seriam um baque na minha vida literária. Eu estava realmente certa e Grande Irmão não apenas me agradou, como também me surpreendeu, além de me fazer refletir sobre o comportamento atual da sociedade, em vários aspectos.

Isla and the Happily Ever After, Stephanie Perkins: após dois longos anos, a autora de Anna e o Beijo Francês finalmente lançou o terceiro companion book da série. E a espera valeu muito mais a pena do que eu poderia imaginar.

O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks, E. Lockhart: depois de ficar boquiaberta com Mentirosos, corri para ler outra obra de E. Lockhart e não me arrependi. O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks não é surpreendente como Mentirosos, mas propõe discutir e refletir sobre o papel e o comportamento da mulher na sociedade, tanto do ponto de vista feminino, como do masculino.

*os livros estão listados por ordem alfabética e não de preferência (daí já seria pedir demais!)
**
A Evolução de Mara Dyer, Isla and the Happily Ever After e O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks foram lidos no Kindle e, por isso, os exemplares não estão na foto.

Anúncios

4 thoughts on “Top 10 livros de 2014

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s