Esposa 22 – Melanie Gideon

image

Quando se casaram, Alice e William estavam apaixonados, mas, quase 20 anos e dois filhos depois, ela sente que sua vida e seu relacionamento caíram na rotina. Quando recebe um convite para participar de uma pesquisa online anônima sobre casamento, Alice não hesita, aceita o desafio e ganha o pseudônimo de Esposa 22. Com ajuda do carismático Pesquisador 101 e por meio de perguntas, ora simples, ora complexas, Alice revisita o passado com William, analisa o presente e vislumbra o futuro. No entanto, pode ser que, durante o processo, a intimidade entre a Esposa 22 e o Pesquisador 101 rompa barreiras que não deveria.

esposa

Sempre subestimei Esposa 22 por causa da capa, que acho muito feia, no entanto, várias amigas me recomendaram a leitura e, por isso, resolvi dar uma chance. E posso dizer que passei muito longe de me arrepender. A obra de Melanie Gideon mescla as respostas do questionário com e-mails, chat e postagens do Facebook, mensagens de texto e o ponto de vista de Alice em primeira pessoa, o que resulta em uma narrativa moderna, dinâmica e descontraída, porém rica em detalhes.

A esperança não é algo que se possa redirecionar. Onde caiu, caiu.

No entanto, apesar de ser extremamente divertido, Esposa 22 trata de assuntos sérios e de forma bastante realista: maternidade, casamento, comportamento dos adolescentes e finanças são os temas que servem de pilares para a trama, que ainda aborda, sempre de maneira leve, mas responsável, outros pontos polêmicos, como distúrbios alimentares e homossexualidade. A forma como a tecnologia transformou o comportamento das pessoas e os relacionamentos interpessoais também faz parte da obra de Melanie Gideon, que levanta uma discussão extremamente atual (mesmo o livro sendo de 2008) e pertinente.

Sou o tipo de pessoa que gosta de imaginar o pior, de forma que o pior nunca pode me pegar de surpresa.

Sempre digo que enjoei dos finais felizes e previsíveis, dignos de contos de fadas, dos chick lits – e é verdade. No entanto, quando leio um livro do gênero que consegue retratar a realidade de uma maneira “feminina”, mas não irreal, fico muito contente – o que é, definitivamente, o caso de Esposa 22. O desfecho da trama pode ser um pouco previsível, mas é a dose de romance ideal para a história, que me fez lembrar imediatamente de Bridget Jones, uma das principais personagens de chick lit, e @mor, a obra em forma de e-mails de Daniel Glattauer.

Título original: Wife 22
Editora: Intrínseca
Autor: Melanie Gideon
Ano: 2008
Páginas: 400
Tempo de leitura: 3 dias
Avaliação: 4 estrelas

Anúncios

9 thoughts on “Esposa 22 – Melanie Gideon

  1. Faz tanto tempo q li esse livro, acho q foi logo q saiu aqui no Brasil.
    Mas lembro q gostei bastante, até mesmo pelo formato em q é narrado. Por mais q o final seja previsível, ele é e não é ao mesmo tempo, se é q me entende, pq em nenhum momento (q eu me lembre) dá a entender quem está por trás.
    Acho q foi por isso q gostei tanto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s