Resenha de A Escolha – Kiera Cass

Foi por pouco que America não foi obrigada a deixar o palácio, mas, depois de ser “salva” por Maxon mais uma vez, ela precisa provar que quer e merece o amor do príncipe. Para isso, a candidata ao posto de princesa de Illéa precisa resolver a situação com Aspen, contar algumas verdades a Maxon e passar por cima do orgulho para enfrentar o rei Clarkson. No entanto, muitas coisas ainda irão acontecer até o final da Seleção.

>> Encontre o melhor preço de A Escolha

Li A Escolha em dois dias porque a curiosidade para saber como seria o desfecho da história entre America, Maxon e Aspen simplesmente me consumiu. Além do dilema que se arrasta desde A Seleção, logo no início do terceiro livro da série, Kiera Cass surpreende com várias reviravoltas, que deixam mais uma porção de caminhos em aberto para o grande desfecho. No entanto, se por um lado as surpresas movimentam e enriquecem a trama, por outro, acabam “tumultuando” a história e algumas ficam perdidas pelo caminho, enquanto outras são resolvidas de forma muito fácil.

— Pode partir meu coração. Mil vezes, se desejar. Sempre foi seu para machucar como quiser.

Embora eu goste da America, ela me irritou em A Elite e me tirou do sério em A Escolha. Admiro a coragem dela, mas, em muitos momentos, é tão impulsiva que chega a ser burra. Mas o que mais me cansa na protagonista de A Seleção é como ela, apesar de altruísta e justiceira, trata Maxon em algumas situações: mimada e egocêntrica, America quer que o príncipe ceda em tudo, mas quase nunca está disposta a passar por cima do orgulho e ser a companheira que ele precisa. Apesar de ficar irritada, porém, confesso que essa faceta da personagem a torna muito mais interessante, real e profunda, assim como o triângulo amoroso da série.

Em alguns pontos, Kiera Cass foi corajosa (não tanto quanto Veronica Roth, em Convergente, se é que vocês me entendem) e, em outros, mais previsível. De qualquer forma, a autora conseguiu criar um final surpreendente, se não pelo desfecho do triângulo amoroso, pelo caminho cheio de surpresas percorrido por America, Maxon, Aspen e a maioria dos personagens. Vou sentir saudades do príncipe <3

Título original: The One
Editora: Seguinte
Volumes anteriores: A Seleção e A Elite
Volumes seguintes: A HerdeiraFelizes para sempre e A Coroa
Leituras complementares: O Príncipe, O Guarda, A Rainha e A Favorita
Autor: Kiera Cass
Ano: 2013
Páginas: 352
Tempo de leitura: 2 dias
Avaliação: 4 estrelas

Anúncios

12 pensamentos sobre “Resenha de A Escolha – Kiera Cass

  1. Então!

    Eu juro q esperava tanto, mas tanto do desfecho, q qndo terminei fiquei: ok, aceito isso.
    Aconteceu oq eu queria, mas não como foi, sei lá, só sei q não me satisfez 100%. Assim como a história cheia de furos, q não deveria ter ligado tanto, já q não era desenvolvido desde o primeiro livro. Mas eu aceito esse final, não com sorriso e pulinhos de alegria, mas condescendente.
    E a Celeste? Virou minha best, kkkkkkk
    Sim mudo fácil de opinião, não preciso de mto não… kkkkk

    Bjos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s