Resenha de Vinte Garotos no Verão – Sarah Ockler

Após a morte repentina de seu primeiro amor, Matt, Anna acredita que nunca mais irá se apaixonar e prefere viver em sua própria “bolha”. Frankie, a melhor amiga de Anna e irmã de Matt, pensa justamente o contrário e muda completamente de comportamento, o que causa ruídos na relação das melhores amigas. Como não sabe do breve romance entre Anna e Matt, Frankie sugere que, durante as férias, elas conheçam um menino por dia, assim Anna poderá viver seu primeiro amor de verão. No entanto, a aventura se revela muito mais uma jornada sobre a relação entre as duas e como cada uma encara a morte de Matt.

>> Encontre o melhor preço de Vinte Garotos no Verão

Vinte Garotos no Verão explora bastante o passado de Anna, Frankie e Matt e reconstrói a relação dos personagens a partir do ponto de vista de Anna. E, para mim, é aí que está a primeira falha do livro de Sarah Ockler: a protagonista nos apresenta primeiro a atual e insuportável (e incrivelmente burra) Frankie e o passado não consegue convencer de que ela realmente foi legal um dia. Além disso, também pareceu para mim que a relação de Anna e Matt sempre foi romântica e não apenas de melhores amigos.

O segundo problema, na minha opinião, está no ritmo em que tudo acontece. Primeiro, Anna sofre por não querer se apaixonar por outra pessoa e “esquecer” Matt, mas isso logo acontece e, apesar de uma breve relutância da protagonista, segue sem maiores dilemas e reflexões. E se no início tudo acontece rápido demais, depois, uma boa parte do livro fica carente de pontos altos, o que a leitura monótona e cansativa em alguns momentos.

Vinte Garotos no Verão tem todos os ingredientes para uma ótima história, mas, na minha opinião, Sarah Ockler não desenvolveu a trama da melhor forma. No final, todas as questões expostas ao longo do livro se resolvem de maneira fácil demais e a sensação que fica é a de simplificar coisas que não podem ser simplificadas: a perda e a superação.

Título original: Twenty Boy Summer
Editora: Novo Conceito
Autor: Sarah Ockler
Ano: 2008
Páginas: 288
Tempo de leitura: 4 dias
Avaliação: 2 estrelas

Anúncios

8 pensamentos sobre “Resenha de Vinte Garotos no Verão – Sarah Ockler

  1. Eu gostei da leitura, acredito que foi por causa do tema que mexeu muito comigo. Gostei de quando as lembranças do Matt surgia no meio do texto.. ❤️ E tbm Chorei em várias partes bonitinhas 😪. E Concordo com vc sobre o final, achei rápido e fácil demais.

  2. Ainda to terminando, mas como a Val, eu gostei do tema… mas realmente a Anna supera muito rapidamente o Matt, mas acho que porque, apesar desse amor de anos, era algo muito superficial e dá a entender que foi muito rápido. Estou gostando dos pontos que são trabalhados em que a Anna e a Frankie são “obrigadas” a tocar no assunto e acabam tristes/chorando, acho que é um jeito de mostrar que é possível superar. Esse ar meio burra da Frank incomoda um pouco, porque ela não tem ações de quem é burra, então porque só ao falar ela seria? Enfim, vou ler o final e aí posso escrever com mais propriedade haha mas, no geral, apesar de ser um assunto delicado sendo levado com muita “leveza”, to gostando.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s