Resenha de Claros Sinais de Loucura – Karen Harrington

Quando tinha apenas 2 anos, Sarah Nelson escapou de ser morta pela própria mãe, Jane, mas seu irmão gêmeo, Simon, não teve a mesma sorte. Após uma cobertura intensa por parte da imprensa e diversos julgamentos, Jane foi levada para um hospital psiquiátrico e Sarah ficou aos cuidados do pai, Tom, que tenta ser dedicado e atencioso, mas, na maioria das vezes, é vencido pelo alcoolismo. Quando completa 12 anos, Sarah, que coleciona palavras-problema e tem uma planta como melhor amiga, se sente mais sozinha e perdida do que nunca. Com medo de seguir pelo mesmo caminho da mãe, ela analisa o próprio comportamento em busca dos “sinais de loucura”, ao mesmo tempo em que tenta desvendar seu passado.

>> Encontre o melhor preço de Claros sinais de loucura

Claros Sinais de Loucura é narrado em primeira pessoa por Sarah e o estilo direto de escrita de Karen Harrington dá a impressão de que a protagonista conversa com o leitor. Além de contar os acontecimentos e compartilhar os medos e reflexões de Sarah, a obra ainda é enriquecida por cartas que ela escreve para o personagem de seu livro favorito e para sua mãe.

Livros não estragam. Não azedam como leite, que é preciso beber dentro do prazo de validade.

Os personagens de Claros Sinais de Loucura são bem desenvolvidos e causam um conflito entre sentimentos negativos e positivos – principalmente o pai de Sarah. A protagonista, por sua vez, é cativante e, com a forma dolorosamente sincera e ingênua com que divide seus pensamentos, faz com que o leitor se identifique com sua história – se não por semelhanças entre ficção e vida real, por pura e simples empatia.

Descobri que é preciso escolher ter coragem todos os dias, como se fosse a camisa que vai vestir. Não é automático.

Apesar de ser uma leitura densa e abordar problemáticas que não são comuns, mas são assustadoramente reais, Claros Sinais de Loucura me decepcionou um pouquinho no final. Porque Sarah passa o livro inteiro tão angustiada e entregue à busca por si mesma, mas, em poucas páginas, parece resolver parte do dilema de forma relativamente simples, deixando o final bastante em aberto e com ar otimista.

Título original: Sure signs of crazy
Editora: Intrínseca
Autor: Karen Harrington
Ano: 2013
Páginas: 254
Tempo de leitura: 3 dias
Avaliação: 3 estrelas
SELO BLOG
Anúncios

5 pensamentos sobre “Resenha de Claros Sinais de Loucura – Karen Harrington

  1. Livro super bonitinho, protagonista fofa e engraçada com as situações q encontra pela frente.
    O final realmente deixou a desejar, de repente descobriu como enfrentar tds os dilemas por ela levantado, e assim, acaba, sem mais nem menos.
    Pontos altos: referencias bibliográficas, senso de humor da Sarah, e as cartas com seus desabafos!
    Bjo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s