Resenha de Beijos Infernais – Vários autores

Da mesma série de Formaturas Infernais e Amores Infernais, Beijos Infernais reúne cinco histórias de cinco diferentes autoras sobre criaturas sobrenaturais, em sua maioria, vampiros.

>> Encontre o melhor preço de Beijos Infernais

O primeiro conto, Luz do Sol, de Richelle Mead, se passa em um grupo de adolescentes vampiros, que são separados em Morois e Strigois, além dos guardiões e alimentadores. O conto apresenta uma história com romances, traições e outras questões típicas de jovens comuns, mas com o fator agravante de que eles são criaturas de outro mundo. O enredo em si é um pouco fraco e o desenrolar é razoável, mas o final é muito repentino e não deixa nada no ar.

Em seguida, vem Ressuscita-me, assinado por Alyson Nöel, que conta a história de dois adolescentes que vão para uma escola de arte na Inglaterra. No entanto, parece que aprender novas técnicas de pintura é a última coisa que eles irão fazer. O roteiro é interessante e bem amarrado e o desenvolvimento é permeado por muitos mistérios. O final traz reviravoltas, mas o ponto forte mesmo do conto é o toque sombrio e, por vezes, até doentio.

Acima, o terceiro conto, é assinado por Kristin Cast e traz o encontro entre Sol e Aurora, dois amantes que não pertencem ao mesmo mundo. Não conheço outros trabalhos da autora e acredito que a ideia tenha sido usar uma narrativa dinâmica e diferenciada. De fato, as frases ritmadas dão agilidade à história, mas não consegui imaginar as cenas, tampouco entender a trama, já que faltam explicações. 

Caçando Kat, de Kelley Armstrong, é o quarto conto de Beijos Infernais e traz a história de Kat, uma adolescente cobaia de uma experiência e que acabou de se transformar em vampira. A trama apresenta os dilemas que Kat, sendo adolescente e vampira, tenta resolver, mas, acima de tudo, traz ação. O enredo é bem amarrado e explicado e o desfecho quase pode ser chamado de sensível e emocionante.

O último conto é Lilith, de Francesca Lia Block, que narra a história de Paul Michael, um garoto que, de tão solitário, chegou a fantasiar sobre seu próprio mundo imaginário. No entanto, a vida de Paul Michael se transforma quando ele conhece Lilith, que dá a ele poderes para que possa se vingar de todos os que já o transformaram em vítima. Mas, como já diria Ben Parker, “grandes poderes trazem grandes responsabilidades” e Paul Michael precisa escolher se está disposto a arcar com elas.

Dos cinco contos de Beijos Infernais, só gostei realmente de Ressuscita-meLuz do Sol e Caçando Kat são apenas interessantes, enquanto Acima e Lilith realmente não fizeram a minha cabeça. Embora o livro se chame Beijos Infernais, o que já pressupõe que seja algo sobre vampiros, achei que poderia ter contos que envolvessem outros seres sobrenaturais.

Título original: Kisses From Hell
Editora: Galera Record
Volumes da série: Formaturas Infernais, Amores Infernais e Férias Infernais
Autores: Kristin Cast, Richelle Mead, Alyson Nöel, Kelley Armstrong e Francesca Lia Block
Ano: 2011
Páginas: 272
Tempo de leitura: 3 dias
Avaliação: 2 estrelas

Anúncios

2 pensamentos sobre “Resenha de Beijos Infernais – Vários autores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s