Lonely Hearts Club – Elizabeth Eulberg

lonely-hearts_club

Além de ter o nome de uma das músicas dos Beatles e ser fã dos quatro garotos de Liverpool, Penny Lane é apaixonada por seu melhor amigo, Nate, desde a infância. Quando finalmente o conquista, ela descobre que, na verdade, Nate é um cafajeste. Cansada de sofrer por causa dos meninos, Penny decide que não vai mais namorar até o terminar o colégio e funda o Lonely Hearts Club – em homenagem a Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band, um dos maiores clássicos dos Beatles. A princípio, ela é a única integrante do grupo, no entanto, logo o clube cresce e toma proporções inesperadas. Mas será que Penny e as amigas estão realmente preparadas para abrir mão dos garotos até a faculdade?

lonelyheartsclub

Eu me interessei pelo livro porque gosto muito de Beatles, mas acabei surpreendida pela história. A trama parece boba e, de fato, não é das mais densas, mas é original, sensível e de divertida. No entanto, acredito que o ponto alto de Lonely Hearts Club seja a facilidade que a leitora encontra em se identificar com a protagonista. Penny tem um senso de humor sarcástico e perspicaz, sofre com a presença desagradável das meninas populares da escola e, claro, se apaixona pelas pessoas erradas nas horas erradas. Ou seja, ela é uma garota da vida real e que, assim como tantas de nós, já sofreu por amores não correspondidos. Mas, apesar do gancho de Lonely Hearts Club ser o caso de amor mal-sucedido de Penny, o livro é muito mais uma história sobre ser fiel às amizades verdadeiras e, principalmente, a si mesma.

Outra lição passada pela história criada por Elizabeth Eulberg é que o radicalismo deve ser a última das últimas opções. Para tudo existem prós e contras, por isso, antes de tomar qualquer decisão, devemos ponderar cada detalhe – e é aí que, geralmente, descobrimos que não vale a pena ser extremista. Gostei muito da riqueza de detalhes com que a autora descreveu as personagens e as cenas vividas por elas. De leitura leve e até mesmo inspirador, Lonely Hearts Club retrata bem aquele momento em que inocência e malícia ainda disputam seus respectivos espaços.

Título original: Lonely Hearts Club
Editora: Intrínseca
Autora: Elizabeth Eulberg
Ano: 2010
Páginas: 238
Tempo de leitura: 2 dias
Avaliação: 4 estrelas

Anúncios

2 thoughts on “Lonely Hearts Club – Elizabeth Eulberg

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s